Serviços

Secretarias

  • SEGOV
  • SEDHAST
  • SEINFRA
  • AGEHAB
  • CASA CIVIL
  • SAD
  • SES
  • SEPAF
  • SEMADE
  • SECTEI
  • SEFAZ
  • SED
  • SEJUSP
SEGOV

Sejusp obtém uma das quatro melhores notas do Contrato de Gestão

Campo Grande (MS) – Nesta quarta-feira (19) foi realizada, no auditório da Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov), uma reunião de encerramento e celebração dos resultados obtidos pelo Contrato de Gestão de 2016 da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). Na ocasião, foram apresentados os destaques da secretaria, anúncio dos resultados do ano passado e reforço das premissas do modelo de gestão orientado para resultados, visando à elaboração do contrato de gestão 2017.

“Nós temos pessoas capacitadas e comprometidas com nossa missão, que é promover justiça e segurança pública com qualidade”, explica o secretário- adjunto da pasta, Antônio Carlos Videira.

“Esse contrato é a avaliação daquilo que nós combinamos com o Governo de desenvolver, aplicar e concluir no ano passado. E seria impossível atingir essas metas sem o empenho dos servidores de todas as instituições que compõem a Sejusp. Nós temos pessoas capacitadas e comprometidas com nossa missão – que é promover justiça e segurança pública com qualidade. Parabenizo a todos pelo resultado”, destacou aos presentes o secretário- adjunto da pasta, Antônio Carlos Videira.

A Secretaria obteve a média geral de 8,39, com nota 8,35 no quesito iniciativas e 8,50 nos indicadores recebendo o conceito bom, que significa que o contrato de gestão cumpriu satisfatoriamente os objetivos propostos.  Dentre os pontos fortes do contrato da Sejusp foram destacados o caráter estratégico, metas desafiadoras, articulação com vários órgãos, valorização dos servidores e existência de gerentes de programas.

“O Estado é um conjunto de engrenagens em busca de um serviço público de qualidade”, destaca o superintendente Thaner de Castro Nogueira.

“Este é um momento para se celebrar, porém sem se acomodar. A Sejusp está entre as quatro secretarias que mais cumpriram as metas definidas no contrato de gestão 2016 porque entendeu que o Estado é um conjunto de engrenagens em busca de um serviço público de qualidade”, ressaltou o superintendente de Gestão Estratégica, Thaner de Castro Nogueira.

Entre as ações realizadas pelo contrato de gestão 2016 está a implantação do sistema sofisticado de videomonitoramento em oito cidades de Mato Grosso do Sul (na divisa com o Paraguai e a Bolívia), a construção da nova sede da Delegacia da Polícia Civil de Chapadão do Sul, a modernização da estrutura física da Agência de Administração do Sistema Penitenciário e a implantação da Delegacia Especializada de Trânsito (DELETRAN), dentre outras.

“Esse resultado é muito importante para nós e temos um desafio para 2017. Manter a conquista não é fácil, mas eu tenho certeza que os investimentos que receberemos serão traduzidos em uma boa nota. E vamos trabalhar para superar esse resultado. Trabalharemos para que Mato Grosso do Sul seja destaque nacional não só pela segurança pública, mas também pela gestão”, concluir o secretário-adjunto de Segurança Pública, Antônio Carlos Videira.

Contrato de Gestão

É a contratualização de resultados em que secretários e o governador definem as iniciativas e as metas de governo para um determinado exercício. Os contratos de gestão são individualizados por secretaria e devem ser compostos de projetos e resultados de processos estratégicos, além de metas de indicadores relacionados com os impactos de políticas públicas priorizadas a partir do Mapa Estratégico.

Reportagem Jéssika Machado/Assessoria Segov.

Mais notícias SEGOV
SAD – Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização

Decreto regulamenta Avaliação de Desempenho Individual para servidores civis

Campo Grande (MS) – O Diário Oficial desta quarta-feira (19) traz o decreto Nº 14.719 que regulamenta a Avaliação do Desempenho Individual (ADI) dos servidores civis, integrantes do plano de cargos, empregos e carreiras do poder executivo de Mato Grosso do Sul.

Assinado pelo Governador Reinaldo Azambuja e pelo Secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, o decreto prevê avaliação individual de servidores efetivos e comissionados, levando em consideração as peculiaridades das carreiras previstas em leis específicas.

Considerada a ultima etapa da implantação do Programa de Gestão por Competências, a ADI tem entre seus objetivos, orientar a política de gestão de pessoas, aferir as competências essenciais e gerenciais dos servidores, definir critérios para ações de desenvolvimento e qualificações, vincular a promoção por merecimento, subsidiar as ações relativas a mobilidade funcional e na indicação para cargos de gerencia e chefia, e contribuir para a definição de perfis profissionais para concursos públicos.

Para o Secretário Carlos Alberto de Assis, a implantação do programa é um marco no serviço publico. “Esse é um programa de Governo que busca a eficiência e profissionalização do serviço público. O Estado vai investir na qualificação do servidor e aprimorá-lo para prestar um bom serviço ao nosso contribuinte” pontua Assis ressaltando que o servidor também será avaliado e reconhecido pelo seu desempenho com promoções na carreira.  

O adjunto da SAD, Édio Viegas segue a mesma linha e destaca o cuidado com o dinheiro público. “Essa forma de tratar o desempenho do servidor respeita uma expectativa da população que paga o salario dos servidores e quer saber se o dinheiro dos seus impostos esta sendo bem investido. Ou seja, na medida em que a gente cobra o desempenho dos nossos servidores nos estamos valorizando o investimento publico” afirma Viegas.

Com a publicação do decreto de regulamentação, a partir do próximo mês todos os servidores farão o Plano de Gestão de Desenvolvimento Individual (PGDI) junto a sua chefia imediata, e a partir desse plano cada servidor será avaliado individualmente.

A publicação completa pode ser conferida nas páginas 2 a 4 da edição n. 9.392 do Diário Oficial do Estado. Já o curso de Introdução a Gestão Por Competências esta disponível no site da Fundação Escola de Governo. Para mais informações clique aqui

 

Mireli Obando, Secretaria de Administração e Desburocratização

Mais notícias SAD – Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização
SED

A favor da valorização da vida, Educação envia carta de alerta sobre riscos do “Desafio da Baleia Azul”

Campo Grande (MS) – Cartas que alertam sobre os riscos do “Desafio da Baleia Azul” são distribuídas pela Secretaria de Estado de Educação (SED) para pais de alunos que estudam na Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul (REE). Assinada pela titular da secretaria, Maria Cecilia Amendola da Motta, a mensagem pede para que os responsáveis por crianças e jovens fiquem atentos a qualquer tipo de manifestação que fuja do cotidiano dos filhos.

Lançado na Rússia, o jogo virtual “Desafio da Baleia Azul” impõe aos participantes uma série de tarefas consideradas terríveis, entre elas a autoflagelação e o suicídio. “São desafios cruéis que estão envolvendo nossos jovens”, disse Maria Cecília. Por isso, conforme ela, é importante que pais prestem atenção a qualquer sinal fora do contexto do dia-a-dia dos jovens, encaminhando casos suspeitos às unidades de saúde.

Ainda de acordo com a secretária, programas de valorização à vida são desenvolvidos pela SED há tempos – entre eles os projetos Cultura, Arte e Paz (CAP) e Família e Escola. O objetivo é tratar de diversos assuntos com toda a comunidade escolar, entre eles a justiça, a igualdade, a solidariedade, o respeito e a valorização da vida.

Cumprindo agenda pública em Campo Grande nesta quinta-feira (20), o governador Reinaldo Azambuja falou sobre o assunto. “Os pais devem buscar orientações para que não se crie um estado de pânico”. Confira abaixo, na íntegra, a carta enviada aos pais e responsáveis pelos estudantes da Rede Estadual de Ensino.

Queridos pais,

A Secretaria Estadual de Educação alerta para os riscos do “Desafio da Baleia Azul” que vem atraindo jovens seguidores, especialmente pré-adolescentes e adolescentes que se comprometem com uma série de tarefas complicadas, a última delas o suicídio. Fiquem atentos a qualquer sinal de isolamento social e manifestação de tristeza ou agressividade. Essa situação pode estar ligada a uma etapa do jogo virtual.

Afeto, carinho, atenção, presença e amizade com os filhos são fundamentais para a proteção deles contra o “Desafio da Baleia Azul”, que impõe ao jovem as mais perversas tarefas, causando risco à vida.

Reforçamos que qualquer manifestação que fuja da normalidade do dia-a-dia das crianças e dos jovens deve receber atenção imediata dos pais.

Lembramos que a Secretaria Estadual de Educação possui canal de diálogo aberto com diretores e a comunidade escolar para que estratégias de ações sejam desenvolvidas junto às unidades.

Vamos proteger nossos filhos!

Maria Cecilia Amendola da Motta
Secretária de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul

Fonte: Bruno Chaves – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Mais notícias SED
Secretaria de Estado de Saúde

Campanha de Vacinação contra a Influenza começa nesta segunda feira em todo MS

Campo Grande (MS) – A Campanha de Imunização contra a Influenza começa em todo Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira (17). Este ano incluídos os profissionais de educação da rede de ensino básico (Ensino Regular, Especial e Educação de Jovens e Adultos – EJA) e superior das escolas públicas e privadas. A inclusão no público-alvo foi um dos principais debates em 2016, devido aos números de casos registrados, sendo Mato Grosso do Sul, um dos principais estados a se mobilizar para a inclusão dos profissionais da rede de ensino.

Para a campanha serão encaminhadas para Mato Grosso do Sul aproximadamente 750 mil doses que serão distribuídas aos 79 munícipios. O cronograma da campanha funcionará da seguinte maneira, a partir desta segunda-feira a vacinação começará pelos profissionais de saúde e crianças de 6 meses a menores de 2 anos. Já no dia 24 de abril, a vacinação acontece para os grupos de gestantes, puérperas e crianças de 2 anos a menores de 5 anos. No dia 2 de maio a Campanha será aberta para os demais grupos tendo o dia 13 de maio como o Dia D de mobilização.

A mobilização será coordenada pela Secretaria de Estado de Saúde, através da Superintendência Estadual de Vigilância em Saúde em parceria com as coordenadorias de imunização dos municípios, sendo a meta 90% do público-alvo.

A vacinação continua sendo o método mais eficaz para evitar o agravo da doença, além das medidas de cuidado de rotina como a utilização de álcool em gel para lavar as mãos e evitar locais fechados e com pouca ventilação. A campanha anual tem contribuído para a redução das complicações decorrentes da gripe nos grupos vacinados, além de contribuir para diminuição das internações hospitalares, mortalidade evitável e gastos com medicamentos para o tratamento de infecções secundárias.

Além dos profissionais de educação, fazem parte do público-alvo: Pessoas com 60 anos ou mais de idade, crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias), gestantes puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores de saúde, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas, população privada de liberdade e profissionais do sistema prisional.

 

Jefferson Gonçalves

Mais notícias Secretaria de Estado de Saúde
SEJUSP

PM recupera seis veículos e apreende mais de sete mil quilos de drogas durante “Operação Tiradentes”

Campo Grande (MS) – A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul finalizou na tarde de hoje a “Operação Tiradentes”, que foi realizada em homenagem ao dia do patrono das Polícias Militares. A ação que teve a duração de 24 horas foi desencadeada em todas as unidades operacionais da Polícia Militar em todo o Estado, incluindo o Grupamento de Policiamento Aéreo por meio do helicóptero Harpia 1.

As ações desenvolvidas foram barreiras, abordagens, busca de foragidos da justiça e rondas nos diversos rincões de Mato Grosso do Sul. Participaram da ação 1.431 policiais militares e mais de 260 viaturas, tendo sido realizadas abordagens a mais de 10 mil pessoas, obtendo como resultados a apreensão de cinco armas, recuperação de seis veículos produtos de furto foram recuperados, 14 mandados de busca e apreensão foram cumpridos, além de mais de sete mil quilos de drogas apreendidas. No total, 640 ocorrências foram atendidas e 80 pessoas presas. Além disso, 237 autos de infração foram lavrados por irregularidades administrativas e 33 veículos foram apreendidos.

A operação marcou ainda o início dos trabalhos do Grupo de Policiamento Aéreo, com o emprego do helicóptero no apoio do serviço das Unidades Operacionais da PMMS. Segundo o comandante-geral instituição, coronel Waldir Ribeiro Acosta, os resultados foram positivos, apesar das condições meteorológicas que se registrou no período de operação. “Os resultados foram bem positivos, graças a mobilização logística e de efetivo que fizemos neste período, proporcionando assim, maior segurança à sociedade sul-mato-grossense. ”

O comandante também destacou que desta forma, a Polícia Militar cumpriu seu papel institucional de preservação da ordem pública, através do policiamento ostensivo nas suas diversas especialidades.

Nacional

A operação foi desencadeada pelas Polícias Militares em todo o Brasil por sugestão do Conselho Nacional dos Comandantes Gerais das Polícias Militares e Corpo de Bombeiros Militares, órgão formado por todas as polícias militares do país por meio de seus comandantes.

Assecom/PM

Mais notícias SEJUSP
Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho

Na Capital, técnicos da assistência social, saúde e educação discutem o Programa Bolsa Família

Campo Grande (MS) – A Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), por meio da Coordenação Estadual do Cadastro Único e Programa Bolsa Família, realiza nesta quinta-feira (20), o III Seminário Intersetorial do Programa Bolsa Família para gestores municipais da Assistência Social, Saúde e Educação. O evento, que acontece até às 17h na Escola do SUAS/MS Mariluce Bittar, na Capital, conta com a participação de técnicos dos 79 municípios do estado.

O Seminário é realizado conjuntamente entre as Secretarias de Estado de Assistência Social, Saúde e Educação, e tem como foco principal subsidiar os técnicos de cada cidade na elaboração do Plano de Ação Intersetorial que reúna objetivamente a participação das três áreas dentro da execução do Programa Bolsa Família. Ainda também é objetivo do evento instrumentalizar os trabalhadores responsáveis pela execução das ações proporcionando a atualização de seus conhecimentos.

Titular da Sedhast em sua fala na abertura do evento

“Discutirmos e avaliarmos esse programa é sempre uma forma de avançarmos em benefício da população. Sem dúvida, os bons resultados em cada cidade, depende de nosso empenho e como encaramos o gerenciamento desse programa”, destacou a titular da Sedhast, Elisa Cleia Nobre.

Também participam do evento a coordenadora estadual do Programa Bolsa Família, Elza de Souza Franke; a representante da Secretaria de Estado de Educação (Sed), Luz Cátia Ramos; a representante da Secretaria de Estado de Saúde (Ses), Maria Aparecida Cruz; a representante do Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS), Taciana Afonso Silvestrini Arantes, e a supervisora da filial PBF da Caixa Econômica Federal, Ketes Domingos Gonçalves.

Leomar Alves Rosa, assessoria Sedhast | Fotos: Ana Paula Oliveira

Mais notícias Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho
SEPAF – Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar

Precoce MS será lançado na próxima segunda-feira

Para oferecer maior celeridade e segurança ao processo, técnicos do Governo, das instituições parceiras e das indústrias estiveram debruçados nos últimos meses ajustando as plataformas e o resultado é um programa totalmente informatizado e em consonância com a realidade do mercado atual.

Campo Grande (MS) – Com a conclusão das ações voltadas à reformulação do Subprograma de incentivo a utilização de boas práticas de criação de bovinos, e o cumprimento do cronograma que previa para o início deste ano o relançamento do Precoce MS, o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, reuniu as instituições parceiras para alinhar as informações sobre a última fase do processo e definir os detalhes sobre o lançamento oficial.

lançamento oficial também conta com apoio dos parceiros que ajudaram a reformular o Precoce MS

Para Verruck uma nova fase na pecuária sul-mato-grossense será inaugurada com o lançamento do programa Precoce MS. “Buscando oferecer maior celeridade e segurança ao processo, técnicos do Governo, das instituições parceiras e das indústrias estiveram debruçados nos últimos meses ajustando as plataformas e o resultado é um programa totalmente informatizado e em consonância com a realidade do mercado atual, onde as exigências são cada vez maiores e os incentivos se mostram poderosas ferramentas na busca pela excelência na produção de carne com foco num consumidor que tem se mostrado cada vez mais exigente, tanto no mercado interno quanto externo”, comentou.

Considerado um dos mais importantes subprogramas de promoção do desenvolvimento da pecuária sul-mato-grossense, o ‘Precoce MS’ que será operacionalizado pela Secretaria de Estado de de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) e a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), com apoio do Ministério da Agricultura e Abastecimento (Mapa), Embrapa Gado de Corte, CRMV/MS e CREA/MS e tem ainda como parceiros a Associação Sul-mato-grossense dos Produtores de Novilho Precoce (ASPNP), Federação de Agricultura e Pecuária do Estado (Famasul), Sindicato das Indústrias de Frios, Carnes e Derivados do Estado (Sicadems) e a Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul), passou nos últimos dias pela fase final de testes para alinhamento dos sistemas do Governo com as indústrias frigoríficas.

Resultado desse encontro o grupo entendeu ser momento de reunir a classe produtora e lançar o novo programa com um evento na própria Semagro, na próxima segunda-feira (17.4), às 10h, com a presença do governador Reinaldo Azambuja, lideranças políticas e do setor produtivo.

Precoce MS

Programa foi totalmente informatizado

A premiação com incentivo financeiro a qualidade do produto obtido (animal) e o nível do processo produtivo é uma forma que o Governo do Estado encontrou para incentivar a sustentabilidade ambiental da atividade, promover avanços na gestão sanitária individual do rebanho do Estado, aumentar o desfrute do rebanho de corte e estimular a busca pela eficiência e a eficácia do produtor rural.

Kelly Ventorim – Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro)

Mais notícias SEPAF – Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar
SEINFRA

Governo lança mais sete editais com investimentos de R$ 4 milhões em infraestrutura urbana

Campo Grande (MS) – O Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul,) lançou nesta quinta-feira (20), mais 7 editais de licitação para  pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais, que vão beneficiar os municípios de Deodápolis, Rio Negro, Ivinhema, Sonora, Fátima do Sul, Chapadão do Sul e Nova Alvorado do Sul. Os investimentos deste lote de licitações é de R$ 4 milhões.

Os editais são resultado de 31 emendas parlamentares de deputados federais. “Neste primeiro lote de emendas que estamos soltando serão investimentos de R$ 26,5 milhões, com recursos das emendas e contrapartida do Estado”, explicou o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli. Até o momento, já foram lançado 21 editais e os próximos estão previstos para semana que vem.

Com os editais, no município de Deodápolis será contemplada a avenida Francisco Alves da Silva e a rua Crispiano Alves de Souza; em Rio Negro, a rua Pernambuco; em Ivinhema serão contempladas as ruas Fortunato Felipe e Ademar Ferreira Leite; em Sonora, a avenida Trindade e as ruas Tocantins, Ceará e Roraima; em Fátima do Sul, a rua Melvin Jones (Setor 1) e a Travessa 17 ( setor 2) e, no município de Chapadão do Sul, será beneficiado o bairro Parque União.

As tomadas de preço acontecem nos dias 10 e 11 de maio na sede da Agesul. Confira os editais na íntegra na página 33 do Diário Oficial.

Raquel Pereira – Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra)

Foto: Edemir Rodrigues

Mais notícias SEINFRA
SEMADE

Sustentabilidade e rastreabilidade vão destacar novilho precoce no mercado mundial, diz secretário

Campo Grande (MS) – O investimento em práticas sustentáveis, rastreabilidade e divulgação vão fazer com que a carne de novilho precoce produzida em Mato Grosso do Sul conquiste definitivamente seu espaço no mercado mundial. Essa é a avaliação feita pelo secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, após participar do 9º Seminário Técnico Novilho Precoce MS, realizado pela Associação Sul-Mato-Grossense de Produtores de Novilho Precoce (ASPNP), em Bonito, na sexta-feira (21).

Jaime Verruck acompanhou o governador Reinaldo Azambuja no evento, que aconteceu poucos dias após o lançamento do Precoce MS, programa coordenado pela Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), com a participação da ASPNP, dentre outros órgãos. “O Precoce MS é fundamental para o desenvolvimento da pecuária sul-mato-grossense, auxiliando na produção de uma carne cada vez mais competitiva e de qualidade”, afirmou o secretário.

Os números apresentados pela Associação durante o evento, “demonstram a dimensão do programa”, afirmou Jaime Verruck. A entidade conta com 352 associados e um rebanho com pouco mais de 1 milhão de animais, distribuído em 1.220.000 hectares, em 468 fazendas no Estado. Em 2016, foram 177 mil cabeças abatidas em 2016, operacionalizados em parcerias comerciais com o Carrefour, Walmart e JBS.

De acordo com o secretário, o papel do governo do Estado, por meio da Semagro, é garantir a continuidade do programa e atingir as metas estabelecidas para 2017. “Já estamos com mais de 10 mil matrizes abatidas no Precoce MS e nossa meta é chegar aos 80 mil abates até o final deste ano. O próximo passo é trabalhar na divulgação do Precoce MS para o mundo, mostrando que temos uma carne de qualidade, rastreada e sustentável. A WWF tem feito um trabalho em parceria com a Associação, mostrando exatamente, que essas propriedades, têm de ser sustentáveis. É esse produto que vai atender os mercados mais exigentes do mundo”, finalizou o secretário.

Fotos: Chico Ribeiro/Subcom

Mais notícias SEMADE
SECC

Prêmio MPMS de Jornalismo Jorge Góes: veja os destaques e os vencedores

“Peixes obesos em Bonito”, que trata da questão alimentação dada por turistas as piraputangas do Balneário Municipal de Bonito, matéria que teve repercussão nacional com exibição na rede Record, foi a vencedora na categoria telejornalismo e vem assinada pelo repórter Willian Lima Franco.

Natalia Rafael Yahn do Nascimento, com a matéria “Investigações apontam esquema criminoso em cirurgias bariátricas” e Aline dos Santos com “Metade de 13 toneladas diárias de recicláveis é enterrada como lixo”, também garantiram a premiação máxima.

Pela ordem, o prêmio teve quatro categorias: Telejornalismo, Jornalismo Impresso, Jornalismo de WEB, e de Estudantes. O tema meio ambiente predominou como foco da produção das matérias vencedoras.  A solenidade de entrega do prêmio foi promovida na manhã desta sexta-feira (7),  dia do Jornalista, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, em Campo Grande e contou com a presença do procurador-geral de Justiça, Paulo Cezar dos Passos, da procuradora de Justiça e Supervisora da Assessoria de Comunicação, Ariadne de Fátima Cantú da Silva, do diretor-presidente da Rádio e TV Educativa (RTVE), jornalista Bosco Martins, do secretário estadual de Cultura e Cidadania, Athayde Nery de Freitas Júnior, do diretor de Jornalismo e Esporte da Rede Matogrossense, Orlando Loureiro, entre outras autoridades.

O procurador-geral Paulo Passos destacou a importância do papel do jornalista junto ao Ministério Público e agradeceu a parceria e o reconhecimento ao trabalho do Ministério Público e ao resultado de suas ações, dando destaque aos principais acontecimentos e execuções do MP no Estado, ressaltando que a razão de sua atuação é de construir uma sociedade melhor”. O diretor Presidente da Fertel, Bosco Martins em sua fala, chamou atenção para o atual momento em que passa o jornalismo, com a crise colocando no mesmo patamar empresários da comunicação e jornalistas: “A crise do jornalismo, as demissões nos grandes e pequenos jornais impressos, as novas mídias e as mídias sociais.

Afinal, qual seria o papel do jornalismo nesse mundo em transição? O Ministério Público e o jornalismo são os principais instrumentos da sociedade para a garantia da democracia. A transparência e o fortalecimento do ambiente informativo estão entre os fundamentos de uma sociedade livre” disse o jornalista que ainda relembrou quando trabalhou com o homenageado, Jorge Góes, ainda em seus tempos de TV Morena. O nome do evento é uma homenagem ao jornalista que fez por muitos anos assessoria do Ministério Público e que morreu aos 53 anos, por complicações de Diabetes. Ele era conhecido entre os profissionais por sua voz de timbre firme e inconfundível, Martins relembra ao falar de Jorge “ele provocava fortes emoções fonéticas e era um aquidauanense competente não só no jornalismo mas também foi um grande cerimonialista.”

O secretário de Estado de Cultura e Cidadania, Athayde Nery destacou a importância do Ministério Público, lembrou das comemorações de 40 anos de MS e dos 100 anos de Manoel de Barros, finalizando sua fala com o poema Sabia de autoria do poeta: A ciência pode classificar e nomear os órgãos de um sabiá mas não pode medir seus encantos. A ciência não pode calcular quantos cavalos de força existem nos encantos de um sabiá. Quem acumula muita informação perde o condão de adivinhar: divinare. Os sabiás divinam.”  O Secretário de Cultura e Cidadania Athayde Nery e o Jornalista Bosco Martins, representaram no ato o Governador Reinaldo Azambuja.

Uma das principais responsáveis pelo evento, a Procuradora de Justiça e Supervisora da Assessoria de Comunicação do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, Ariadne de Fátima Cantú da Silva, teve pai e o irmão Osian Cantú jornalistas. Ela afirmou em entrevista para a TV Educativa que  o premio já foi um sucesso em sua primeira edição e já antecipou a realização de outras edições  sempre visando  valorizar o trabalho desses profissionais e comentou ainda sobre uma parceria do Ministério Público com a FERTEL, a partir de um programa televisivo para dar voz à sociedade: “Utilizar de um veículo de comunicação importante,  como a TV-E  e que faz parte de uma estrutura governamental, para dar a estrutura para a sociedade, uma resposta, é muito importante, é motivo de muita alegria”, ela ainda continua “Nós queremos muito a participação da comunidade neste programa que estamos  discutindo a parceria e deverá retomar o projeto  MP/MS na TV ”, finalizou a procuradora.

O prêmio foi lançado em outubro do ano passado com o objetivo de promover o reconhecimento de reportagens cujas pautas estiveram relacionadas à atuação do Ministério Público em áreas como meio ambiente, patrimônio público, infância e juventude, direitos humanos, criminal e outros temas. Saiba quais foram as outras matérias premiadas, em segundo e terceiro lugar, e seus autores. CATEGORIA: JORNALISMO IMPRESSO, foram 16 (dezesseis) inscritos. O terceiro lugar na categoria Jornal impresso foi entregue pela procuradora de Justiça Jaceguara Dantas da Silva Passos. 3° Lugar: Yarima de Freitas Mecchi Reportagem:” Três anos após abertura, aterro sanitário já precisa de ampliação e de adequação”. Segundo Lugar na categoria Jornal impresso entregue por Luciano Furtado Loubet, Promotor de Justiça e Assessor do Núcleo Ambiental do Ministério Público de Mato Grosso do Sul foi para: Jones Mário de Ávila Minervini Júnior –  Reportagem: “Flagras de degradação ambiental colocam conservação em pauta.”

A entrega do primeiro lugar da categoria Jornal impresso foi feito por Filomena Aparecida Hipólito Fluminhan, Promotora da 32ª Promotoria de Justiça da Saúde Pública.  Vencedora: Natalia Rafael Yahn do Nascimento- Reportagem:” Investigações apontam esquema criminoso em cirurgias bariátricas.”  Para fazer a entrega do terceiro lugar na categoria CATEGORIA: JORNALISMO WEB onde tiveram 17 (dezessete) inscritos, foi convidado Humberto de Matos Brittes o Procurador-Geral Adjunto de Justiça Jurídico, a reportagem “Cidades do Pantanal querem se unir para viabilizar aterro e por fim a lixões”, produzida pelo repórter Anderson Cardoso Viegas e publicada em agosto de 2016, no G1, ficando portanto em terceiro lugar na categoria web.  No segundo lugar na CATEGORIA: JORNALISMO WEB convidamos a entrega do prêmio foi feita pela Senhora Cristiane Mourão Leal Santos, Promotora de Justiça e Coordenadora do Grupo de Atuação Especial de Combate ao crime organizado – GAECO. Premiada: Anahi Rocha Zurutuza. Reportagem: “Volta ao Mundo” colocou presidente da Omep na mira do Gaeco.

Para entrega do primeiro lugar da CATEGORIA: JORNALISMO WEB foi convidado, o Senhor Alexandre Lima Raslan Procurador de Justiça. Vencedora: Aline dos Santos. Reportagem:” Metade de 13 toneladas diárias de recicláveis é enterrada como lixo. Finalmente o vencedor do prêmio de TELEJORNALISMO e que teve somente uma única matéria concorrendo, foi entregue pelo secretário de Cultura e Cidadania Athayde Nery ao jornalista William Lima Franco, pela reportagem,” Peixes obesos em Bonito.”

Outro fato informado pela organização além da categoria Telejornalismo ter tido só uma matéria concorrente foi de que “infelizmente não tivemos inscrições na categoria ESTUDANTE e aproveitamos a oportunidade para fazer aqui nosso convite especial aos acadêmicos para o 2º Prêmio MPMS de Jornalismo Jorge Góes 2018 que participem e inscrevam suas matérias”, finalizou Waléria Leite, Assessora de Comunicação do MP/MS que em breve deve anunciar abertura para as novas inscrições.

No total o Prêmio MPMS de Jornalismo Jorge Góes   distribuiu entre os ganhadores um valor total de R$ 23.000,00 (vinte e dois mil reais) em prêmios. Participaram do concurso, profissionais de comunicação que tiveram matérias publicadas em jornal, rádio, web ou televisão e com registro profissional da função de jornalista (DRT). Os vencedores receberam prêmios no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais) para os primeiros lugares de cada categoria (Impresso, Telejornalismo, Radiojornalismo e Web), quatro prêmios no valor de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) para os segundos lugares de cada categoria (Impresso, Telejornalismo, Radiojornalismo e Web), quatro prêmios no valor de R$ 1.000,00 (mil reais) para os terceiros lugares de cada categoria (Impresso, Telejornalismo, Radiojornalismo e Web), e um prêmio no valor de R$ 1.000,00 (mil reais) para o primeiro colocado da categoria Acadêmico.

Texto: Kemilla Pellin / fotos: Portal TVEducativa

 

Mais notícias SECC
Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul

Prefeito de Três Lagoas se reúne com Maria do Carmo para conversarem sobre moradias

Nesta quinta-feira (20) a diretora presidente da AGEHAB, Maria do Carmo Avesani Lopez, se reuniu com o prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro,  para conversarem sobre a viabilização de parceria do governo do Estado na construção de mais moradias para o Município.

Em Três Lagoas, o governo do Estado através da AGEHAB no ano de 2016 entregou 1.432 unidades habitacionais no Residencial Orestinho I, II e III. E estão sendo construídas 51 unidades habitacionais através do projeto Lote Urbanizado, uma parceria entre a AGEHAB, Município e o Cidadão.

Mais notícias Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul
Secretaria de Estado da Casa Civil

Reinaldo e Alckmin acompanham início de testes da primeira vacina brasileira contra a dengue

Campo Grande (MS)- O governador Reinaldo Azambuja junto com o governador de São Paulo Geraldo Alckmin acompanhou, em Campo Grande, nesta quinta-feira (1),  o início dos testes  da primeira vacina brasileira contra a dengue com 1,2 voluntários. A expectativa é que em meados de 2017 a vacina contra a dengue comece a ser, finalmente, produzida em escala industrial e distribuída gratuitamente à população. Mas evidente que para isso os resultados satisfatórios precisam continuar nesta última fase dos testes clínicos realizado pelo Instituto Butantan. Para o governador Reinaldo Azambuja, a vacina se trata de um “grande avanço da saúde pública”.

“A vacina tetravalente, que combate os quatro sorotipos da doença, em dose única, é um avanço enorme para a saúde pública, não só do Brasil, mas no mundo inteiro, já que outros países tropicais também sofrem com a dengue. Essa é uma doença que preocupa Mato Grosso do Sul e o todos os estados brasileiros. Esperamos que esse trabalho possa ter êxito final, que é ter a vacina contra a dengue distribuída de forma gratuita”, disse o governador Reinaldo.

Já foram investidos R$ 100 milhões na etapa final que será realizada em seis cidades, incluído Campo Grande, e que teve início em fevereiro deste ano. Outras sete cidades do país já passaram pelas fases anteriores de todo o processo.

O Butantan vacinou hoje (1), na Unidade Básica de Saúde (UBS, do bairro Coophavila II, dois dos 1,2 voluntários que passarão pelo teste.  Com idades entre 18 e 59 anos, os voluntários serão monitorados durante cinco anos de diversas formas diferentes, como contato telefônico e também por agendamento de visitas.

“Campo Grande é a primeira cidade do Centro-Oeste a receber os testes. Esperamos que essa vacina contra a dengue possa estar no rol do Ministério da Saúde logo”, afirmou Reinaldo. O governador ainda frisou que a limpeza urbana e os cuidados  dentro de casa com o acúmulo de lixo devem continuar, já que existem outros doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, como o Zika Vírus, ainda sem vacina.

Conforme o governador de São Paulo, Geraldo Alckimin, que também participou do evento , até agora, as duas primeiras fases dos testes mostraram que a vacina é segura e que induz o organismo a produzir anticorpos da doença, dos quatro sorotipos da dengue. Alckim lembrou ainda que a dengue é uma endêmica no Brasil e em mais de 100 países.

“Estamos muito otimistas, essa poderá ser a única vacina tetravalente em dose única, que poderá estar disponível em todos os países tropicais e subtropicais. Sabemos que 40% da população mundial vive em países quentes, onde chove muito e faz muito calor, como América Latina, África, Caribe e Índia. Hoje, em termos de epidemia, a maior preocupação são as arboviroses, aqui no Brasil uma delas é a dengue. Se tivermos, até a metade do ano que vem, uma resposta positiva, poderemos encaminhar a vacina à Anvisa (Angência Nacional de Vigilância Sanitária) para a aprovação e sua produção em escala industrial”, disse o governador de São Paulo.

Vacina

A vacina, produzida com vírus vivos, mas geneticamente enfraquecidos, foi desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com os Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH, em inglês). Essa parceria foi firmada em 2008 e a primeira fase dos testes aconteceu fora do Brasil, e, em 2013, São Paulo foi a primeira cidade a receber os testes.

Dos 17 mil voluntários, 12 mil receberá a vacina e o restante tomará apenas o placebo, com as mesmas características da vacina, mas sem o vírus, ou seja, sem efeito. Pacientes e equipe médica não terão conhecimento de quais voluntários tomaram a vacina ou placebo. A intenção é descobrir, em algum tempo, se quem tomou a vacina ficou imune à doença e quem não tomou contraiu a doença.

Luciana Brazil, da Assessoria de Comunicação da SES | Foto: Chico Ribeiro.

Mais notícias Secretaria de Estado da Casa Civil
A descoberta do continente americano por Cristóvão Colombo em 1492 (...) Continue lendo »
As principais fontes econômicas do Estado são agricultura e pecuária (...) Continue lendo »