Serviços

Secretarias

  • SEGOV
  • SEDHAST
  • SEINFRA
  • AGEHAB
  • CASA CIVIL
  • SAD
  • SES
  • SEPAF
  • SEMADE
  • SECTEI
  • SEFAZ
  • SED
  • SEJUSP
SEGOV

MS contabiliza avanços e foca em desafios no setor de transporte de passageiros

Campo Grande (MS) – Quatro principais desafios devem ser vencidos nos próximos anos para a melhoria do transporte rodoviário intermunicipal de passageiros em Mato Grosso do Sul. A elaboração do Plano Diretor de Transportes, a implantação da fiscalização informatizada, o restabelecimento do convênio com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e o estabelecimento de um convênio com o Detran/MS, para acesso ao sistema informatizado, são prioridades na agenda regulatória da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan) –  conforme elenca o diretor da Área de Transportes, Rodovias e Portos (DTR), Ayrton Rodrigues. A autarquia é vinculada à Secretaria de Estado de Governo (Segov).

Reconduzido ao cargo pelo governador Reinaldo Azambuja, junto com o diretor-presidente Youssif Domingos, Rodrigues destaca que nos últimos anos houve avanços e importantes no setor, e que iniciativas que estão em fase de conclusão poderão ajudar a alavancar o trabalho da agência e a própria prestação dos serviços.

Parte do trabalho da agência reguladora é elaborar normativos para disciplinar a prestação dos serviços da melhor forma, e, nos últimos anos, cinco portarias consideradas inovadoras se destacam. Uma delas trata da atuação das empresas de locação e das agências de turismo que fazem viagens intermunicipais. Outra, organizou a oportunidade da oferta de tarifas promocionais pelas concessionárias. Também foram publicadas a portaria sobre o estabelecimento de seguro facultativo individual ao passageiro e a que disciplinou em âmbito estadual uma exigência que não é nova, mas que precisa virar prática: o uso do cinto de segurança nos ônibus e vans. Essa é uma medida que veio acompanhada da campanha de conscientização Abrace essa ideia #useocinto.

Mais recentemente, a Agência está elaborando a portaria sobre procedimentos para firmação de TAC – Termo de Ajustamento de Conduta entre a agência e as prestadoras de serviço.

Diretor Ayrton, durante a posse, com o governador do Estado.

“É um conjunto de ações importantes que já conseguimos executar, assim como expandimos o investimento em informatização, com o desenvolvimento de alguns sistemas. Agora estamos com mais projetos em andamento e grandes desafios a serem vencidos”, afirma o diretor Ayrton Rodrigues.

Tecnologia e desafios

Na melhoria de sistemas, a Agência implantou no site a pesquisa fácil de horários e tarifas; o novo sistema de cadastramento e controle da concessão dos benefícios de gratuidade ou descontos (para idosos e pessoas com deficiência); e criou uma ferramenta que facilita o relacionamento com os operadores do transporte, o Sistema Gestor de Linhas e Tarifas.

Para os próximos anos, a presidência da Agência, em conjunto com a DTR, trabalha para conseguir o restabelecimento do convênio com a ANTT. Por contingenciamento de recursos, a Agência Federal suspendeu há dois anos os convênios estaduais, mas a retomada é considerada necessária pela Agepan, porque as modalidades interestadual e intermunicipal de transporte acabam se sobrepondo e precisam igualmente de fiscalização local. Outro convênio, com Detran MS para compartilhamento de informações do sistema informatizado do órgão de trânsito, está sendo finalizado.

“Fora isso, dois outros desafios requerem a nossa atenção: a modernização da fiscalização, com um sistema informatizado, e a Elaboração do Plano Diretor de Transportes de Mato Grosso do Sul, sendo que essa segunda é uma ação que deveremos fazer em conjunto com o Governo do Estado, que é o Poder Concedente desse serviço intermunicipal”, explica o diretor da Agepan.

Iniciado e paralisado em anos anteriores, o Plano Diretor é considerado essencial para o ordenamento das concessões e para o objetivo final desse, como de outros serviços públicos: a prestação adequada, de forma universalizada, com regularidade, eficiência, segurança, atualidade, generalidade, cortesia na sua prestação e modicidade tarifária.

Gizele Oliveira – Assessoria de Comunicação da Agepan.

Mais notícias SEGOV
SAD – Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização

Leilão reverso gera economia de R$ 413 mil ao Estado no primeiro trimestre do ano

Campo Grande (MS) – Responsável por gerenciar a frota de veículos do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul a Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD) apresentou balanço do primeiro trimestre de 2017 que aponta uma economia de R$ 413.846,80 no processo de leilão reverso para manutenção de veículos. 

Conforme dados da Superintendência de Patrimônio e Transporte (Supat) o montante que o Estado deixou de gastar com manutenção de veículos, é resultado do empenho de 1.953 processos que passaram pela Coordenadoria de Transporte entre os meses de janeiro e março, e de fato foram realizadas em uma das mais de 300 oficinas cadastradas no sistema de gerenciamento de frota do Governo do Estado.

Em alguns casos, a diferença entre um orçamento e outro pode variar até 24%, como o caso de um caminhão Volkwagen ano 2001/2002 da Agencia Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) que deu entrada no leilão reverso no mês de fevereiro, para uma reforma que incluía troca de madeiramento de caçamba e substituição de várias peças para que o veículo voltasse a rodar. O orçamento inicial era de R$ 50.655,55 e o leilão foi encerrado no valor de R$ 38.400,00, representando uma economia de R$ 12.265,00 aos cofres estaduais.

No mês de março, uma L200 Triton de uso da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) deu entrada no leilão reverso com prioridade de urgência para verificação de amortecedores dianteiros e luz ABS. O orçamento inicial foi de R$ 4.332,00 e o processo fechado no valor de R$ 2.080,00, proporcionando uma economia de R$ 2.252,00.

O titular da SAD, Carlos Alberto de Assis destaca a economia proporcionada pela ferramenta com a manutenção de veículos.  “Nesse momento de crise a palavra de ordem é economizar! E o leilão reverso é uma ferramenta importante para o Governo do Estado, pois nos permite negociar preços de mão de obra, de peças, prazo de entrega e a garantia no serviço oferecido. Importante ressaltar que toda ação é acompanhada pelas empresas que participam do processo. Ano passado economizamos cerca de R$ 1,6 milhão com a ferramenta, e isso representa o cuidado que temos com o dinheiro do contribuinte” pontua Assis.

O secretário ainda dá as dicas para prestadores de serviço que tenham interesse em participar. “Qualquer cidadão que seja proprietário de uma oficina, esteja apto e queira participar do processo de leilão reverso, pode se cadastrar em nosso sistema. Para o Governo quanto maior o leque de fornecedores, melhor, porque além de estimular a competitividade, a administração consegue promover de forma, mais ampla, a rotatividade nas oficinas”, finaliza.

Além dos veículos tradicionais como carros e motocicletas a Coordenadoria de transporte é responsável por gerenciar toda frota do Governo do Estado incluindo caminhões, carretas, motores de popa, embarcações, desencarceradores, escada magirus, motosserra e geradores.

Texto: Mireli Obando, Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD)

Foto: David Majella

Mais notícias SAD – Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização
SED

Pelo fim da violência contra a mulher, Educação apoia 2ª Caminhada pela Paz

Campo Grande (MS) – A Secretaria de Estado de Educação (SED) está mobilizando seus servidores para a 2ª Caminhada pela Paz – Mulher Brasileiras – Todos emPENHAdos contra à violência, que será realizada nesta sexta-feira (28), com saída do Fórum Heitor Medeiros, situado na Rua da Paz, nº 14, até o Centro integrado de Justiça (CIJUS), na Av. Calógeras, esquina com Rua 7 de Setembro e 26 de  Agosto, Centro, Campo Grande.

A ação, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) tem como objetivo levar informação acerca da complexidade do cenário atual da violência contra as mulheres e dar maior visibilidade a questões relativas aos direitos humanos da Mulher.

Campanha Mulher Brasileira em Primeiro Lugar

 A lei Maria da Penha acarretou muitos avanços no que se refere à violência doméstica e familiar contra a mulher, ainda assim no Brasil uma mulher morre a cada 90 minutos em função desse tipo de violência. Pesquisa do Instituto Data Folha divulgada em 8/3/2017, mostra que uma a cada três mulheres sofreram algum tipo de violência no último ano, que 22% das brasileiras sofreram ofensa verbal no ano passado – um total de 12 milhões de mulheres. Além disso, 10% das mulheres sofreram ameaça de violência física, 8% sofreram ofensa sexual, 4% receberam ameaça com faca ou arma de fogo, bem como, 1,4 milhão de mulheres sofreram espancamento ou tentativa de estrangulamento e 1% levou pelo menos um tiro. A pesquisa mostrou também que, entre as mulheres que sofreram violência, 52% se calaram, sendo que apenas 11% procuraram uma Delegacia da Mulher e 13% preferiram o auxílio da família.

Diante desse quadro, o Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul, por intermédio da Coordenadoria Estadual da Mulher em situação de Violência Doméstica, em consonância à Campanha Nacional Justiça pela Paz em Casa, movimento idealizado pela Ministra do STF Cármen Lúcia, desenvolveu a CAMPANHA MULHER BRASILEIRA em 1º lugar, projeto inédito no Brasil, que objetiva reforçar as estratégias no combate e prevenção à violência doméstica e familiar contra as mulheres, por meio de ações e projetos que sensibilizem a sociedade para uma necessária construção de uma cultura de paz, igualdade de gênero e empoderamento das mulheres.

Mais notícias SED
Secretaria de Estado de Saúde

Cuidados Farmacêuticos é tema do 1º Meeting Nacional de Farmácia Clínica

Campo Grande (MS) – A Coordenadoria Estadual de Atenção Farmacêutica (CAF) realiza nos dias 11 e 12 de maio o 1º Meeting Nacional de Farmácia Clínica. O evento será realizado no auditório do CREA-MS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) e tem como objetivo debater o cuidado farmacêutico, como forma de garantir a utilização correta dos medicamentos e também a obtenção de resultados terapêuticos positivos. O encontro é direcionado aos farmacêuticos da rede pública e privado, e também aos acadêmicos de Farmácia.

De acordo com a CAF, o encontro também busca aprimorar as ações conjuntas para a implementação dos Serviços Clínicos Farmacêuticos. Além de palestras com especialistas e profissionais da área farmacêutica, o 1º Meeting de Farmácia Clínica também apresentará trabalhos científicos durante os dois dias de evento. Os trabalhos poderão ser enviados até o dia 30 de abril, com premiação para os melhores. O regulamento para o envio dos trabalhos podem ser encontrados no link:  http://www.saude.ms.gov.br/wp-content/uploads/sites/88/2017/03/Instrução-para-elaboração-dos-trabalhos-cient%C3%ADficos.doc

As inscrições poderão ser realizadas enviando para o e-mail meetingdefarmaciaclinica@gmail.br, enviando o nome completo, se é profissional ou acadêmico, o nome da instituição ou empresa ou universidade, área de atuação (se for profissional), endereço onde reside, telefone e e-mail.

O auditório do CREA-MS está localizado na Rua Sebastião Taveira, 272, bairro Monte Castelo.

Confira a programação: 1º Meeting_Programação

Mais notícias Secretaria de Estado de Saúde
SEJUSP

Secretário de Segurança e comandante-geral da PM recebem homenagem e firmam parceria com Polícia Boliviana

Campo Grande (MS) – O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, e o comandante da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Waldir Ribeiro Acosta, foram homenageados nesta sexta-feira (28) com a mais alta condecoração outorgada pela polícia Boliviana, a insígnia e diploma “Emblema de Oro”, que são concedidos à autoridades bolivianas ou estrangeiras que contribuíram para o engrandecimento da Polícia Nacional Boliviana.

A entrega que aconteceu durante a solenidade de comemoração do XI aniversário de criação da Força Especial de Luta Contra o Crime (FELCC), em Santa Cruz de La Sierra, contou com a presença do ministro de Governo, Carlos Romero Bonifaz, do comandante-geral da Polícia Boliviana, Abél Galo De La Barra Cáceres, do delegado da Polícia Federal e oficial de ligação, Guilherme Mattos de Oliveira, entre outras autoridades.  

De acordo com o diretor do Departamento de Força Especial de Luta Contra o Crime de Santa Cruz da Polícia Boliviana, Gonzalo Felipe Medina Sánchez, os nomes dos representantes da segurança pública do Estado foram escolhidos durante reunião com os chefes, oficiais e suboficiais da Policia Boliviana, a classe policial e os servidores administrativos, que levaram em consideração o alto grau de profissionalismo no mérito da coordenação institucional e colaboração na luta contra o crime organizado.

Lisonjeado com a homenagem, o secretário José Carlos Barbosa disse que esse é o início de uma parceria com os colegas vizinhos e garantiu que a luta contra o crime na fronteira irá se fortalecer. Prova disso é que já no período da tarde, durante reunião que contou com a participação de autoridades bolivianas e brasileiras, foi assinado um protocolo de intenções com o país vizinho, que tem como objetivo manter um intercâmbio de informações entre as áreas de inteligência.

De acordo com o secretário de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, José Carlos Barbosa, após uma ampla discussão e avaliação sobre os mais recentes fatos que ocorreram nos últimos dias na região de fronteira do Brasil com a Bolívia, ficou acordado que algumas medidas deverão ser adotadas imediatamente, como a troca de informações com intuito de combater os crimes transnacionais como o tráfico de drogas, de armas, de pessoas e roubos de veículos, além da realização de operações em conjunto.

“A violência não tem fronteiras, e esse trabalho que será realizado entre os dois países é fundamental para proporcionarmos mais segurança para nossa sociedade, seja de um país ou de outro. Tenho certeza que essa integração irá gerar resultados positivos”, disse o Barbosa.

Ainda ficou acordado, que a próxima reunião para avaliação da parceria e planejamento das próximas ações será realizada na cidade de Corumbá.

Mais notícias SEJUSP
Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho

Reunião da CIB homenageia assistente social e motorista mortos em acidente

Campo Grande (MS) – Durante a 189ª reunião ordinária da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), realizada na tarde desta quinta-feira (27), na Escola do SUAS/MS Mariluce Bittar, a secretária de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, Elisa Cleia Nobre, pediu aos participantes um momento de silêncio, em homenagem aos mortos em acidente automobilístico .

A assistente social, Greice Vida, e o motorista, Jarbas Celestino, voltavam para Água Clara, após participarem da reunião ampliada do Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas), ontem na Capital, quando o veículo colidiu com outro na rodovia. Um terceiro passageiro, que também estava no carro, não corre risco de morte.

“Pedimos a Deus que conforte os familiares e sempre nos proteja de situações de acidentes, pois estamos sempre viajando em virtude de nossas funções. Lamentamos muitíssimo esse trágico episódio”, disse a secretária.

Segundo o site aguaclarams.com, o acidente envolveu dois carros no km 252 da BR-262, a sete quilômetros de Ribas do Rio Pardo e 97 quilômetros de Campo Grande, deixando as duas vítimas fatais. A colisão foi entre um Siena com placas NRL-9384, de Água Clara, que seguia em direção a Ribas do Rio Pardo, e um C4 Pallas, placas NRN-1167, conduzido por um homem não identificado. Ainda não há informações oficiais sobre o que teria causado o acidente.

Leomar Alves Rosa, assessoria Sedhast | Fotos: Ana Paula Oliveira e reprodução

Mais notícias Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho
SEPAF – Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar

Precoce MS será lançado na próxima segunda-feira

Para oferecer maior celeridade e segurança ao processo, técnicos do Governo, das instituições parceiras e das indústrias estiveram debruçados nos últimos meses ajustando as plataformas e o resultado é um programa totalmente informatizado e em consonância com a realidade do mercado atual.

Campo Grande (MS) – Com a conclusão das ações voltadas à reformulação do Subprograma de incentivo a utilização de boas práticas de criação de bovinos, e o cumprimento do cronograma que previa para o início deste ano o relançamento do Precoce MS, o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, reuniu as instituições parceiras para alinhar as informações sobre a última fase do processo e definir os detalhes sobre o lançamento oficial.

lançamento oficial também conta com apoio dos parceiros que ajudaram a reformular o Precoce MS

Para Verruck uma nova fase na pecuária sul-mato-grossense será inaugurada com o lançamento do programa Precoce MS. “Buscando oferecer maior celeridade e segurança ao processo, técnicos do Governo, das instituições parceiras e das indústrias estiveram debruçados nos últimos meses ajustando as plataformas e o resultado é um programa totalmente informatizado e em consonância com a realidade do mercado atual, onde as exigências são cada vez maiores e os incentivos se mostram poderosas ferramentas na busca pela excelência na produção de carne com foco num consumidor que tem se mostrado cada vez mais exigente, tanto no mercado interno quanto externo”, comentou.

Considerado um dos mais importantes subprogramas de promoção do desenvolvimento da pecuária sul-mato-grossense, o ‘Precoce MS’ que será operacionalizado pela Secretaria de Estado de de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) e a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), com apoio do Ministério da Agricultura e Abastecimento (Mapa), Embrapa Gado de Corte, CRMV/MS e CREA/MS e tem ainda como parceiros a Associação Sul-mato-grossense dos Produtores de Novilho Precoce (ASPNP), Federação de Agricultura e Pecuária do Estado (Famasul), Sindicato das Indústrias de Frios, Carnes e Derivados do Estado (Sicadems) e a Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul), passou nos últimos dias pela fase final de testes para alinhamento dos sistemas do Governo com as indústrias frigoríficas.

Resultado desse encontro o grupo entendeu ser momento de reunir a classe produtora e lançar o novo programa com um evento na própria Semagro, na próxima segunda-feira (17.4), às 10h, com a presença do governador Reinaldo Azambuja, lideranças políticas e do setor produtivo.

Precoce MS

Programa foi totalmente informatizado

A premiação com incentivo financeiro a qualidade do produto obtido (animal) e o nível do processo produtivo é uma forma que o Governo do Estado encontrou para incentivar a sustentabilidade ambiental da atividade, promover avanços na gestão sanitária individual do rebanho do Estado, aumentar o desfrute do rebanho de corte e estimular a busca pela eficiência e a eficácia do produtor rural.

Kelly Ventorim – Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro)

Mais notícias SEPAF – Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar
SEINFRA

Governo lança licitações de R$ 25,7 milhões e MS-450 será contemplada com pavimentação

Campo Grande (MS) – O Governo do Estado através da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) lançou hoje (27), seis licitações que totalizam investimentos de R$ 25,7 milhões. Entre os objetos das licitações estão a construção de cinco pontes de concreto e a pavimentação da MS-450, entre o distrito de Palmeira e Piraputanga – Camisão, na região de Aquidauana e Dois Irmãos do Buriti.

Na construção das pontes serão investidos recursos da ordem de R$ 5,4 milhões, que beneficiarão: o Córrego Arara no assentamento Uirapurú, no município de Nioaque; o rio Cedro nas ruas Isaías Nogueira e José Rodrigues de Lima, em Cassilândia; o Córrego Apamim, na estrada Damacuê, em Bela Vista e o Córrego Oliveira na linha Carajá Poente, em Jateí. Já na pavimentação asfáltica de 18,548 quilômetros da MS-450, serão injetados R$ 20,3 milhões. Todos os recursos são próprios do Fundersul.

A tomada de preços acontece nos dias 16 e 29 de maio, na sede da Agesul, na Capital. Confira os editais na íntegra nas paginas 31 e 32 do Diário de hoje.

Raquel Pereira  – Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra)

Foto: Edemir Rodrigues

Mais notícias SEINFRA
SEMADE

MS será 4º estado do país a ter plano para descarte de resíduos de filtros lubrificantes

Campo Grande (MS) – Mato Grosso do Sul será o quarto estado da Federação a ter um plano de descarte dos resíduos de filtros de óleo lubrificante, por meio do PSLR (Programa Senai de Logística Reversa). Acordo neste sentido foi alinhado em reunião na tarde desta quinta-feira (27/04), na sede da Fiems (Federação da Indústria de Mato Grosso do Sul), com o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, o presidente do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), Ricardo Eboli, o presidente da Fiems, Sérgio Longen e o presidente da Abrafiltros, Marco Antônio Simon.

“Foi uma reunião extremamente importante para avançar na implantação do sistema de logística reversa no Estado, em parceria com a Fiems. Agora, a Abrafiltros vai apresentar um plano”, salientou Jaime Verruck. Quando o sistema de logística reversa nas indústrias e outros estabelecimentos de Mato Grosso do Sul foi implantado, em parceria com a Fiems, em maio do ano passado, o segmento dos filtros lubrificantes não foi incluído porque não existiam indústrias do segmento no Estado, explicou o secretário.

Na avaliação do presidente da Fiems, o entendimento entre poder público e empresariado – que tem sido a tônica da atual gestão – é de suma importância para o desenvolvimento sustentável. “Houve um alinhamento entre as empresas produtoras de filtros com o nosso programa de logística reversa em parceria com o governo do Estado e o Imasul. Vamos refazer parte do edital para atender às demandas e criar um compromisso com a reciclagem dos filtros consumidos em Mato Grosso do Sul”, afirmou.

O presidente da Abrafiltros disse que o projeto vai prever que os distribuidores e comerciantes de filtros (já que não há indústria do segmento no Estado) se responsabilizem pelos exemplares descartados e pelo manejo dos resíduos sólidos. “É muito importante que haja uma regulamentação e mobilização do setor em torno da logística reversa. Estamos entusiasmados com essa ação, nosso setor já reciclou quase 8 milhões de filtros de óleo lubrificante e o programa está implantado em São Paulo, Paraná e Espírito Santo”, afirmou.

O presidente do Imasul, Ricardo Eboli, explicou que a Resolução da Semade nº 33, que trata da implantação do sistema de logística reversa, será alterada em breve para incluir as empresas de filtros de óleo lubrificante. “Em breve faremos a alteração, até porque entendemos que filtros de óleos lubrificantes têm um impacto ambiental significativo, especialmente em relação aos nossos recursos hídricos, e qualquer impacto que possa ser minimizado é bem recebido pelo governo do Estado”, finalizou.

Com informações e fotos da assessoria da Fiems

Mais notícias SEMADE
SECC

Prêmio MPMS de Jornalismo Jorge Góes: veja os destaques e os vencedores

“Peixes obesos em Bonito”, que trata da questão alimentação dada por turistas as piraputangas do Balneário Municipal de Bonito, matéria que teve repercussão nacional com exibição na rede Record, foi a vencedora na categoria telejornalismo e vem assinada pelo repórter Willian Lima Franco.

Natalia Rafael Yahn do Nascimento, com a matéria “Investigações apontam esquema criminoso em cirurgias bariátricas” e Aline dos Santos com “Metade de 13 toneladas diárias de recicláveis é enterrada como lixo”, também garantiram a premiação máxima.

Pela ordem, o prêmio teve quatro categorias: Telejornalismo, Jornalismo Impresso, Jornalismo de WEB, e de Estudantes. O tema meio ambiente predominou como foco da produção das matérias vencedoras.  A solenidade de entrega do prêmio foi promovida na manhã desta sexta-feira (7),  dia do Jornalista, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, em Campo Grande e contou com a presença do procurador-geral de Justiça, Paulo Cezar dos Passos, da procuradora de Justiça e Supervisora da Assessoria de Comunicação, Ariadne de Fátima Cantú da Silva, do diretor-presidente da Rádio e TV Educativa (RTVE), jornalista Bosco Martins, do secretário estadual de Cultura e Cidadania, Athayde Nery de Freitas Júnior, do diretor de Jornalismo e Esporte da Rede Matogrossense, Orlando Loureiro, entre outras autoridades.

O procurador-geral Paulo Passos destacou a importância do papel do jornalista junto ao Ministério Público e agradeceu a parceria e o reconhecimento ao trabalho do Ministério Público e ao resultado de suas ações, dando destaque aos principais acontecimentos e execuções do MP no Estado, ressaltando que a razão de sua atuação é de construir uma sociedade melhor”. O diretor Presidente da Fertel, Bosco Martins em sua fala, chamou atenção para o atual momento em que passa o jornalismo, com a crise colocando no mesmo patamar empresários da comunicação e jornalistas: “A crise do jornalismo, as demissões nos grandes e pequenos jornais impressos, as novas mídias e as mídias sociais.

Afinal, qual seria o papel do jornalismo nesse mundo em transição? O Ministério Público e o jornalismo são os principais instrumentos da sociedade para a garantia da democracia. A transparência e o fortalecimento do ambiente informativo estão entre os fundamentos de uma sociedade livre” disse o jornalista que ainda relembrou quando trabalhou com o homenageado, Jorge Góes, ainda em seus tempos de TV Morena. O nome do evento é uma homenagem ao jornalista que fez por muitos anos assessoria do Ministério Público e que morreu aos 53 anos, por complicações de Diabetes. Ele era conhecido entre os profissionais por sua voz de timbre firme e inconfundível, Martins relembra ao falar de Jorge “ele provocava fortes emoções fonéticas e era um aquidauanense competente não só no jornalismo mas também foi um grande cerimonialista.”

O secretário de Estado de Cultura e Cidadania, Athayde Nery destacou a importância do Ministério Público, lembrou das comemorações de 40 anos de MS e dos 100 anos de Manoel de Barros, finalizando sua fala com o poema Sabia de autoria do poeta: A ciência pode classificar e nomear os órgãos de um sabiá mas não pode medir seus encantos. A ciência não pode calcular quantos cavalos de força existem nos encantos de um sabiá. Quem acumula muita informação perde o condão de adivinhar: divinare. Os sabiás divinam.”  O Secretário de Cultura e Cidadania Athayde Nery e o Jornalista Bosco Martins, representaram no ato o Governador Reinaldo Azambuja.

Uma das principais responsáveis pelo evento, a Procuradora de Justiça e Supervisora da Assessoria de Comunicação do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, Ariadne de Fátima Cantú da Silva, teve pai e o irmão Osian Cantú jornalistas. Ela afirmou em entrevista para a TV Educativa que  o premio já foi um sucesso em sua primeira edição e já antecipou a realização de outras edições  sempre visando  valorizar o trabalho desses profissionais e comentou ainda sobre uma parceria do Ministério Público com a FERTEL, a partir de um programa televisivo para dar voz à sociedade: “Utilizar de um veículo de comunicação importante,  como a TV-E  e que faz parte de uma estrutura governamental, para dar a estrutura para a sociedade, uma resposta, é muito importante, é motivo de muita alegria”, ela ainda continua “Nós queremos muito a participação da comunidade neste programa que estamos  discutindo a parceria e deverá retomar o projeto  MP/MS na TV ”, finalizou a procuradora.

O prêmio foi lançado em outubro do ano passado com o objetivo de promover o reconhecimento de reportagens cujas pautas estiveram relacionadas à atuação do Ministério Público em áreas como meio ambiente, patrimônio público, infância e juventude, direitos humanos, criminal e outros temas. Saiba quais foram as outras matérias premiadas, em segundo e terceiro lugar, e seus autores. CATEGORIA: JORNALISMO IMPRESSO, foram 16 (dezesseis) inscritos. O terceiro lugar na categoria Jornal impresso foi entregue pela procuradora de Justiça Jaceguara Dantas da Silva Passos. 3° Lugar: Yarima de Freitas Mecchi Reportagem:” Três anos após abertura, aterro sanitário já precisa de ampliação e de adequação”. Segundo Lugar na categoria Jornal impresso entregue por Luciano Furtado Loubet, Promotor de Justiça e Assessor do Núcleo Ambiental do Ministério Público de Mato Grosso do Sul foi para: Jones Mário de Ávila Minervini Júnior –  Reportagem: “Flagras de degradação ambiental colocam conservação em pauta.”

A entrega do primeiro lugar da categoria Jornal impresso foi feito por Filomena Aparecida Hipólito Fluminhan, Promotora da 32ª Promotoria de Justiça da Saúde Pública.  Vencedora: Natalia Rafael Yahn do Nascimento- Reportagem:” Investigações apontam esquema criminoso em cirurgias bariátricas.”  Para fazer a entrega do terceiro lugar na categoria CATEGORIA: JORNALISMO WEB onde tiveram 17 (dezessete) inscritos, foi convidado Humberto de Matos Brittes o Procurador-Geral Adjunto de Justiça Jurídico, a reportagem “Cidades do Pantanal querem se unir para viabilizar aterro e por fim a lixões”, produzida pelo repórter Anderson Cardoso Viegas e publicada em agosto de 2016, no G1, ficando portanto em terceiro lugar na categoria web.  No segundo lugar na CATEGORIA: JORNALISMO WEB convidamos a entrega do prêmio foi feita pela Senhora Cristiane Mourão Leal Santos, Promotora de Justiça e Coordenadora do Grupo de Atuação Especial de Combate ao crime organizado – GAECO. Premiada: Anahi Rocha Zurutuza. Reportagem: “Volta ao Mundo” colocou presidente da Omep na mira do Gaeco.

Para entrega do primeiro lugar da CATEGORIA: JORNALISMO WEB foi convidado, o Senhor Alexandre Lima Raslan Procurador de Justiça. Vencedora: Aline dos Santos. Reportagem:” Metade de 13 toneladas diárias de recicláveis é enterrada como lixo. Finalmente o vencedor do prêmio de TELEJORNALISMO e que teve somente uma única matéria concorrendo, foi entregue pelo secretário de Cultura e Cidadania Athayde Nery ao jornalista William Lima Franco, pela reportagem,” Peixes obesos em Bonito.”

Outro fato informado pela organização além da categoria Telejornalismo ter tido só uma matéria concorrente foi de que “infelizmente não tivemos inscrições na categoria ESTUDANTE e aproveitamos a oportunidade para fazer aqui nosso convite especial aos acadêmicos para o 2º Prêmio MPMS de Jornalismo Jorge Góes 2018 que participem e inscrevam suas matérias”, finalizou Waléria Leite, Assessora de Comunicação do MP/MS que em breve deve anunciar abertura para as novas inscrições.

No total o Prêmio MPMS de Jornalismo Jorge Góes   distribuiu entre os ganhadores um valor total de R$ 23.000,00 (vinte e dois mil reais) em prêmios. Participaram do concurso, profissionais de comunicação que tiveram matérias publicadas em jornal, rádio, web ou televisão e com registro profissional da função de jornalista (DRT). Os vencedores receberam prêmios no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais) para os primeiros lugares de cada categoria (Impresso, Telejornalismo, Radiojornalismo e Web), quatro prêmios no valor de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) para os segundos lugares de cada categoria (Impresso, Telejornalismo, Radiojornalismo e Web), quatro prêmios no valor de R$ 1.000,00 (mil reais) para os terceiros lugares de cada categoria (Impresso, Telejornalismo, Radiojornalismo e Web), e um prêmio no valor de R$ 1.000,00 (mil reais) para o primeiro colocado da categoria Acadêmico.

Texto: Kemilla Pellin / fotos: Portal TVEducativa

 

Mais notícias SECC
Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul

Governador Reinaldo Azambuja realiza entrega do Residencial Jardim Canguru

Campo Grande: O governador Reinaldo Azambuja juntamente com a vice-governadora Rose Modesto, o prefeito Municipal de Campo Grande, Marquinhos Trad, e o superintendente Estadual do Banco do Brasil, Gláucio Zanettin Fernandes, realizaram nesta quinta-feira (27) a entrega de 272 chaves do Residencial Jardim Canguru.

O evento ocorreu às 09 horas e contou também com a participação da diretora presidente da AGEHAB, Maria do Carmo Avesani Lopez, do diretor presidente da EMHA, EneiasJosé de Carvalho Netto, do deputado Estadual, Maurício Picarelli, e demais autoridades.

O Residencial Jardim Canguru foi construído pelo Programa Minha Casa Minha Vida com recursos do FAR, e teve a parceria entre os governos Estadual,  Federal e Municipal. Com infraestrutura interna completa o empreendimento obteve um investimento no valor total de R$ 17.736.302,72 sendo R$ 16.082.423,28 do governo Federal, R$ 854.939,72 do Município e R$ 798.939,72 do governo Estadual.  E para a implantação da infraestrutura externa o governo do Estado investiu  R$ 237.576,72, proporcionando para as famílias mais comodidade e qualidade de vida.

E foi com muita emoção que a beneficiária, Juliana Vieira de Carvalho, que no ato representava os demais moradores, ressaltou a importância de poder receber a chave da casa própria e sair do aluguel “Por muito tempo, sempre estive morando de favor ou de aluguel, passando dificuldades. Não tenho palavras para explicar minha felicidade em conseguir um apartamento desses”.

Para o Superintendente do Banco do Brasil essa parceria rende frutos para as famílias beneficiadas “É gratificante o Banco do Brasil fazer parte desta transformação, ver pessoas dignas, honradas a terem o direito a moradia “.

Já para o governador Reinaldo Azambuja as famílias terão a oportunidade criar seus filhos com maior tranquilidade “as famílias terão moradia com mais dignidade, segurança, e interação entre os vizinhos. Só peço uma coisa, não vendam as suas casas, não disponham da sua moradia, lembrem-se que existem muitas pessoas que gostariam de estar no seu lugar.”

Cada apartamento entregue possui como área privativa 48,46 metros quadrados distribuídos em dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço . Na área externa as famílias dispõem de uma área de lazer bem equipada com campo de futebol, parquinho para as crianças e salão de festa.

 

 

 

Mais notícias Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul
Secretaria de Estado da Casa Civil

Reinaldo e Alckmin acompanham início de testes da primeira vacina brasileira contra a dengue

Campo Grande (MS)- O governador Reinaldo Azambuja junto com o governador de São Paulo Geraldo Alckmin acompanhou, em Campo Grande, nesta quinta-feira (1),  o início dos testes  da primeira vacina brasileira contra a dengue com 1,2 voluntários. A expectativa é que em meados de 2017 a vacina contra a dengue comece a ser, finalmente, produzida em escala industrial e distribuída gratuitamente à população. Mas evidente que para isso os resultados satisfatórios precisam continuar nesta última fase dos testes clínicos realizado pelo Instituto Butantan. Para o governador Reinaldo Azambuja, a vacina se trata de um “grande avanço da saúde pública”.

“A vacina tetravalente, que combate os quatro sorotipos da doença, em dose única, é um avanço enorme para a saúde pública, não só do Brasil, mas no mundo inteiro, já que outros países tropicais também sofrem com a dengue. Essa é uma doença que preocupa Mato Grosso do Sul e o todos os estados brasileiros. Esperamos que esse trabalho possa ter êxito final, que é ter a vacina contra a dengue distribuída de forma gratuita”, disse o governador Reinaldo.

Já foram investidos R$ 100 milhões na etapa final que será realizada em seis cidades, incluído Campo Grande, e que teve início em fevereiro deste ano. Outras sete cidades do país já passaram pelas fases anteriores de todo o processo.

O Butantan vacinou hoje (1), na Unidade Básica de Saúde (UBS, do bairro Coophavila II, dois dos 1,2 voluntários que passarão pelo teste.  Com idades entre 18 e 59 anos, os voluntários serão monitorados durante cinco anos de diversas formas diferentes, como contato telefônico e também por agendamento de visitas.

“Campo Grande é a primeira cidade do Centro-Oeste a receber os testes. Esperamos que essa vacina contra a dengue possa estar no rol do Ministério da Saúde logo”, afirmou Reinaldo. O governador ainda frisou que a limpeza urbana e os cuidados  dentro de casa com o acúmulo de lixo devem continuar, já que existem outros doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, como o Zika Vírus, ainda sem vacina.

Conforme o governador de São Paulo, Geraldo Alckimin, que também participou do evento , até agora, as duas primeiras fases dos testes mostraram que a vacina é segura e que induz o organismo a produzir anticorpos da doença, dos quatro sorotipos da dengue. Alckim lembrou ainda que a dengue é uma endêmica no Brasil e em mais de 100 países.

“Estamos muito otimistas, essa poderá ser a única vacina tetravalente em dose única, que poderá estar disponível em todos os países tropicais e subtropicais. Sabemos que 40% da população mundial vive em países quentes, onde chove muito e faz muito calor, como América Latina, África, Caribe e Índia. Hoje, em termos de epidemia, a maior preocupação são as arboviroses, aqui no Brasil uma delas é a dengue. Se tivermos, até a metade do ano que vem, uma resposta positiva, poderemos encaminhar a vacina à Anvisa (Angência Nacional de Vigilância Sanitária) para a aprovação e sua produção em escala industrial”, disse o governador de São Paulo.

Vacina

A vacina, produzida com vírus vivos, mas geneticamente enfraquecidos, foi desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com os Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH, em inglês). Essa parceria foi firmada em 2008 e a primeira fase dos testes aconteceu fora do Brasil, e, em 2013, São Paulo foi a primeira cidade a receber os testes.

Dos 17 mil voluntários, 12 mil receberá a vacina e o restante tomará apenas o placebo, com as mesmas características da vacina, mas sem o vírus, ou seja, sem efeito. Pacientes e equipe médica não terão conhecimento de quais voluntários tomaram a vacina ou placebo. A intenção é descobrir, em algum tempo, se quem tomou a vacina ficou imune à doença e quem não tomou contraiu a doença.

Luciana Brazil, da Assessoria de Comunicação da SES | Foto: Chico Ribeiro.

Mais notícias Secretaria de Estado da Casa Civil
A descoberta do continente americano por Cristóvão Colombo em 1492 (...) Continue lendo »
As principais fontes econômicas do Estado são agricultura e pecuária (...) Continue lendo »