Circuito brasileiro traz craques do vôlei de praia pra Campo Grande e atrai fãs de todo o País


bchaves@segov Categorias: Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul 64 visualizações

Campo Grande (MS) – Os melhores atletas de vôlei do Brasil estão em Campo Grande para disputar a primeira etapa do Circuito Brasileiro Open de Vôlei de Praia. O torneio teve início nesta quarta-feira (13.9) com as disputas do classificatório feminino, e os jogos seguem até domingo (16.9) na arena montada no Parque das Nações Indígenas. Tradicional, a competição conta com apoio do Governo do Estado, por meio da Fundesporte, e atrai fãs de todo o país.

A dona de casa Lígia Rocama, de 44 anos, veio de Brasília com toda a família para assistir aos jogos na capital sul-mato-grossense. “Chegamos no aeroporto e viemos direto para o jogo”, conta. “Nos preparamos com antecedência, vi a previsão do tempo, que está mito quente e seco, mas fomos os primeiros a chegar e seremos os últimos a sair”, garante.

O marido Marçal Rocama, 44, diz que a admiração pelo esporte sempre existiu, mas a paixão se tornou mais intensa por causa da filha do casal, que tem 23 anos. “Ai começamos a seguir o circuito pelo País todo”, relata. Para a jovem Thais Rocama, acompanhar o Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia e estar perto dos melhores atletas da categoria é um privilégio, mas conhecer várias cidades brasileiras é ainda melhor.

“Já fomos para lugares que nem imaginávamos. Curitiba, João Pessoa, São José, Uberlândia, Goiânia e Rio de Janeiro são algumas das cidades”, conta. Segundo ela, retornar a Campo Grande para acompanhar os jogos é oportunidade que se torna mais especial por causa da feira central. “Quarta-feira é dia de feira, e de comer sobá”, brinca.

Família Rocama viajou de Brasília a Campo Grande para acompanhar todos os jogos do Open de Vôlei de Praia. Foto: Bruno Chaves

Atletas de MS

Quem for à arena no Parque das Nações Indígenas pode ver atletas de Mato Grosso do Sul em cena, inclusive na final. De imediato são quatro atletas representando o Estado e garantidos pelo ranking de entradas. O número pode aumentar ainda mais após a definição das duplas que conseguirão a vaga pelo classificatório.

Na fase de grupos, já estão garantidos os atletas olímpicos Benjamin e Talita, que apesar de ser federada por Alagoas, é nascida em Aquidauana, além do campeão brasileiro Saymon e da campeã mundial Sub-19 Victoria. Nesta quarta e quinta acontecem as disputas do classificatório, e outros nove atletas federados pelo Mato Grosso do Sul tentarão uma vaga.

Governo do Estado

Mato Grosso do Sul voltou a receber a etapa do torneio no ano passado e, graças à organização, que contou com apoio do Governo do Estado, por meio da Fundesporte, e ao público que lotou a arena, foi eleita uma das melhores do ano. O sucesso aliado aos empenhos pessoais do governador Reinaldo Azambuja e do diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, além do institucional da Federação de Vôlei de Mato Grosso do Sul, garantiram a volta da etapa, em 2017.

A disputa, em 2016, marcou o retorno de Mato Grosso do Sul ao circuito nacional dos grandes eventos esportivos e trouxe a etapa para as areias da Cidade Morena, após seis anos sem sediar a competição.

Bruno Chaves, Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Foto destaque: CBV