Com apoio do Estado, Caiman combate a queimada com uma ‘operação de guerra’

  • Ação de Governo
  • Beatricce Bruno
  • 16/setembro/2019 6:14 am
  • Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Miranda (MS) – Animais mortos ou se deslocando para fugir do fogo e em busca de água, um rastro de destruição em mais de 60% da vegetação nativa da fazenda e um verdadeiro exército de homens e máquinas lutando ao limite para controlar os focos de calor. Este é o cenário que se tornou rotina na Estância Caiman, de 52 mil hectares, no Pantanal de Miranda. O fogo tomou conta da região desde o dia 10 e está sendo combatido por cerca de 70 pessoas.

Força-tarefa trabalha para apagar focos de incêndio

Equipes do PrevFogo, do Ibama, e militares e civis sob o comando do Corpo de Bombeiros do Estado estão trabalhando diuturnamente para debelar as chamas que já consumiram mais de 40 mil hectares da fazenda, que tem atividades de pecuária e de ecoturismo, sendo uma das referências na área ambiental. A operação conta com dois aviões - um para sobrevoar a área e definir por GPS os pontos de focos, e outro, um agrícola, com bolsa para 2.600 litros de água.

Dificuldades de combate

A situação local ainda é crítica, depois de cinco dias de combate à queimada. No sábado (12), concluiu-se pelo controle do fogo, mas no final do dia outros focos apareceram. O coordenador da equipe formada por bombeiros, policiais ambientais, soldados do Exército e civis (funcionários da fazenda e voluntários), tenente bombeiro Carlos Antônio Saldanha Costa, explicou que existe uma carga de combustível muito grande no ambiente por conta da estiagem.

A equipe conta com dois aviões que sobrevoam áreas que ainda estão em chamas

“O fogo veio de uma fazenda vizinha, atravessou o canal de 100 metros do Rio Aquidauana e atingiu rapidamente uma área de reserva da Caiman, devido ao forte vento”, informou o oficial. “Contamos com seis equipes de combate e o Corpo de Bombeiros está enviando mais brigadistas e viaturas para reforçar a ação, que tem exigido muito do pessoal em combate devido às condições da vegetação rasteira, áreas ainda úmidas e riscos de animais.”

A queimada se alastrou por uma linha reta de 35 km, do Rio Aquidauana a sede da fazenda, onde foi montada a operação. Grande parte da reserva legal foi consumida pelas chamas, que atingiu também a borda de uma unidade de 5 mil hectares de RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural), onde o PrevFogo atua com 30 brigadistas. Uma área de brejo protege a reserva, informou o coordenador estadual do PreFogo, Márcio Yule, que integra a equipe na Caiman.

Apoio governamental

Animais fogem do fogo e buscam segurança na mata

Enquanto os brigadistas, militares e voluntários enfrentam à exaustação as altas temperaturas do fogo e do clima seco, pesquisadores dos programas de conservação e proteção da onça-pintada e da arara-azul, mantidos pela fazenda, monitoram as áreas queimadas para observação dos 146 felinos catalogados e os ninhais. A Caiman também iniciou levantamento da fauna e flora para mensurar o que foi destruído visando reconstruir o ambiente.

“Vivemos momentos dramáticos, nunca tínhamos enfrentando um evento assim, que veio com essa força brutal devido às condições climáticas, excesso de mancha verde e vento”, disse Roberto Klabin, dono da propriedade, que está à frente da força-tarefa. “O fogo entrou lambendo, se expandiu rapidamente e em pouco tempo chegou quase à frente da sede da fazenda. Mas, felizmente, estamos dominando a situação, apesar de novos focos.”

Apesar da gravidade das queimadas, ambientalistas acreditam na recuperação da área

Klabin destacou o apoio do Governo do Estado, por meio do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar Ambiental (PMA), ressaltando que o apoio institucional, onde se inclui o Ibama, foi determinante para assumir o controle os focos. “As consequências ambientais são graves, a área foi muito afetada, mas acredito que tudo se recuperará, voltando o nosso refúgio a ser o lugar bonito e ambientalmente rico que todos estão acostumados a visitar e ver”, observou.

A natureza pede socorro diante do fogo que avança; parte ainda resiste e mostra sua beleza

Silvio Andrade- Subsecretaria da Comunicação- Subcom 

Fotos: Saul Schramm

 

Últimas Notícias

Após três dias de combate intenso, bombeiros controlam fogo que destruiu 2 mil hectares

Fogo já destruiu extensa área de vegetação nativa na região da Serra do Amolar, Norte de Corumbá. Foto: IHP Os bombeiros conseguiram controlar um incêndio de grandes proporções no Pantanal da Nhecolândia, a Leste de Corumbá, evitado uma devastação dos campos, pela força das chamas, e mais prejuízos aos proprietários e ao meio ambiente. Apesar […]

Quase 30 casos novos de coronavírus são registrados por hora em MS

O avanço da doença chega a patamares elevados em Mato Grosso do Sul. Enquanto as confirmações de novos casos se aproximam de 30 pessoas contaminadas por hora, acima de 700 exames positivos por dia, o isolamento social, essencial para contenção do vírus, registra índices cada vez mais distantes do ideal. Durante a transmissão ao vivo […]

# 29- MINUTO CIDADANIA

Campanha Agosto Lilás : Ainda hoje existem algumas ideias pré-concebidas acerca da violência doméstica. No entanto, muito mais que mitos alguns comentários não correspondem de forma nenhuma à verdade. Ouça o que diz a técnica da Subsecretaria Estadual de Políticas Públicas para Mulheres, Aparecida Vergínia Silva.   MS no Rádio – Subsecretaria de Comunicação

Estado contrata obras de infraestrutura viária no valor de R$ 31 milhões

O Governo do Estado publicou no Diário Oficial (DO) avisos de resultados de licitações, realizadas pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), para execução de obras e elaboração de projetos de engenharia em infraestrutura viária, totalizando investimentos de R$ 32 milhões. Foi licitada (vencedora a empresa Engepar Engenharia) a duplicação da rodovia MS-156, que […]

Veja as melhores opções de preços com a pesquisa do Dia dos Pais do Procon/MS

Considerada umas das principais datas de venda para o comércio, o Dia dos Pais, comemorado no segundo domingo de Agosto, é também época para ficar de olho nos preços praticado pelos empresário naqueles itens mais tradicionais. Com objetivo de auxiliar a população que vai às compras do presente para os pais, o Procon MS realizou pesquisa […]

Veja Também

Agesul anuncia reconstrução emergencial de ponte queimada na MS-228

O Governo do Estado inicia em duas semanas a reconstrução da ponte de madeira sobre a vazante da MS-228 (Estrada-Parque), que foi destruída pelo fogo na quarta-feira (5/8), no Pantanal de Corumbá. A determinação foi dada pelo governador Reinaldo Azambuja, em atendimento a classe produtora da região e ao segmento do turismo. A travessia é […]

Agesul trabalha para liberar tráfego na rodovia MS-228 após fogo destruir ponte

A Agesul(Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) conclui nesta quinta-feira (6/8) serviços de recuperação de um desvio para retomar o tráfego na MS-228 (estrada-Parque), na altura do entroncamento da rodovia com a MS-432, em Corumbá, onde o fogo destruiu na quarta-feira uma ponte de madeira recentemente reformada pelo Governo do Estado. A ponte de 70 […]

Operação Pantanal amplia ações e reforça combate aos incêndios em MT

A Operação Pantanal II, desencadeada em Mato Grosso do Sul após decreto de situação de emergência ambiental assinado pelo governador Reinaldo Azambuja, foi desmembrada para reforçar o combate aos incêndios florestais que se alastraram no Pantanal de Mato Grosso. Parte da estruturada montada em Corumbá, como aeronaves, bombeiros e brigadistas, vai se deslocar para a […]