Diálogo entre pais e filhos é ferramenta essencial contra gravidez na adolescência


Katiuscia Fernandes Categorias: Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul 77 visualizações

Campo Grande (MS) – Com objetivo de disseminar informações de teor educativo e métodos preventivos para a redução da gravidez precoce, o governo do Estado envolveu várias secretarias e subsecretarias, na Campanha alusiva a Semana Nacional  de Prevenção da Gravidez na Adolescência.

A Subsecretária da Cidadania Luciana Azambuja alerta que os números são preocupantes, e a informação ainda é a ferramenta mais eficaz.

A campanha prevê ações e atividades, incluindo  as capacitações voltadas para os colaboradores de cada secretaria de Estado para que trabalhem em suas áreas. Dessa forma será possível divulgar ainda mais a ação e atingir o maior número de adolescentes possível.

A Subsecretária da Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres, Giovana Correa acredita que a educação sexual é a melhor maneira de evitar a gravidez na adolescência.

A ex senadora Marisa Serrano é a autora da lei que criou a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência.

Dados levantados pela SES apontam que no Estado de Mato Grosso do Sul, em 2018, 6.495 adolescentes entre 10 a 19 anos engravidaram e deram à luz. Desses, 3.166 são adolescentes até 17 anos, sendo 344 até 15 anos.

 

Katiuscia Fernandes – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)