ESPECIAL 120 ANOS – Parque das Nações Indígenas é local ideal para desfrutar a natureza


kfernandes Categorias: Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul 163 visualizações

Campo Grande (MS) – Muito mais que um cartão postal, o Parque das Nações Indígenas, é um dos maiores centros urbanos de lazer e cultura, com uma diversidade de fauna e flora que encanta os visitantes.

Localizado nos altos da Avenida Afonso Pena, o Parque conta com uma rica vegetação nativa, que abriga mais de 300 espécies de pássaros e se tornou um local propício para a prática do birdwatching (observação de aves). E no espaço, com muito verde, ainda é possível observar capivaras, quatis e cutias, garças brancas, tucanos, patos e araras-canindé.

Para preservar esse espaço privilegiado, o Governo de Mato Grosso do Sul tem investido recursos, nos últimos anos, para garantir a integridade ambiental, acessibilidade e segurança aos usuários e à vida selvagem. Recentemente, foi firmado convênio com a prefeitura da Capital para desassorear os lagos formados pelos córregos Prosa, do Português e Reveilleau e obras de drenagem no entorno para controle de enchentes, ao custo de R$ 8 milhões.

No lançamento das obras o Governador ressaltou a importância desta parceria para recuperação do lago e das enchentes na região.

Hoje parcialmente interditado por conta das intervenções do poder público, no Parque das Nações Indígenas representa uma mancha verde de Campo Grande, conservada integralmente com a implantação do Complexo do Parque dos Poderes, implantado no início dos anos 80, onde se concentra o centro político-administrativo do Estado.

O parque das Nações Indígenas ainda abriga o Museu das Culturas Dom Bosco e o Museu de Arte Contemporânea, além de monumentos que representam as etnias indígenas do Estado.

 

 

Katiuscia Fernandes – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)