Levantamento do jornal Valor Econômico aponta que a Sanesul está entre as maiores empresas do País


pyafusso Categorias: Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul 76 visualizações

Campo Grande (MS) – De acordo com levantamento realizado anualmente pelo jornal Valor Econômico, a Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) é uma das mil maiores empresas do Brasil. A Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul, com receita líquida anual de R$ 441 milhões e lucro líquido de R$ 93,7 milhões, aparece na 878º posição no ranking.  

O anuário “Valor 1000”, do jornal Valor Econômico, principal veículo de economia da América do Sul, está na 17ª edição e retrata o ranking das mil maiores empresas do País por receita líquida. É o principal estudo do gênero no Brasil.

Sediada em Campo Grande, a Sanesul opera 18 estações de tratamento de água, 386 poços e 66 estações de tratamento de esgoto. Ao todo, emprega 1.382 pessoas para realizar o abastecimento de água e esgotamento sanitário em 68 cidades e 55 distritos do Estado. Produz mensalmente, mais de 9,5 bilhões de litros de água tratada, para atender cerca de 1,5 milhão de pessoas, e coleta e trata aproximadamente 1,5 bilhão de litros de esgoto por mês. 

Os critérios utilizados têm a chancela da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo e do Serasa Experian. Para conferir o resultado completo, acesse: http://www.valor.com.br/valor1000/2017/ranking1000maiores.

Desempenho

O desempenho conjunto da equipe já rendeu à Sanesul importantes prêmios e reconhecimentos nacionais, entre eles o topo do ranking nacional das empresas de saneamento com faturamento até R$ 400 milhões, ficando à frente de empresas públicas e privadas na edição da revista Isto É Dinheiro do final de 2013; Conceito “A” na classificação de risco da Caixa Econômica Federal em 2011, colocando a empresa entre aquelas que possuem maior capacidade de captação de recursos por financiamento;  3º maior empresa de Mato Grosso do Sul e a 74ª na região Centro-Oeste, segundo ranking publicado pela revista Exame em julho de 2011, subindo 10 posições em relação à classificação de 2010, entre outros.

Além disso, no final de 2013, o IBGE atestou que Mato Grosso do Sul é o estado brasileiro com menor índice de internações hospitalares causadas por doenças veiculadas pela água. 

Larissa Almeida – Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul)

Foto: Edemir Rodrigues