PIN: versão atualizada do Portal de informações e Geoposicionamento de MS já está no ar

  • Inovação
  • pmyafusso
  • 16/setembro/2020 5:12 am
  • Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Já está disponível a versão atualizada do Portal de informações e Geoposicionamento de Mato Grosso do Sul (PIN/MS), sistema do Governo do Estado criado com base na arquitetura tecnológica da plataforma ArcGIS, o PIN/MS e que permite à sociedade o acesso a diversas informações geoespaciais do Estado, como base de dados georreferenciados, imagens de satélites, mapas temáticos entre outros itens relacionados ao campo de conhecimento ambiental territorial.

O sistema é administrado pelo Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) juntamente com a SGI (Superintendência de Gestão da Informação) e pode ser acessado pelo endereço https://www.pinms.ms.gov.br/portal/home/.

Por meio do PIN, por exemplo, o usuário tem à sua disposição dados geográficos e imagens de altíssima resolução de todos os municípios de Mato Grosso do Sul, os dados do CAR (Cadastro Ambiental Rural), das outorgas de uso de recursos hídricos, além de informações atualizadas sobre a oferta de serviços públicos como escolas, hospitais, estradas, e até mesmo a visualização de assentamentos, aldeias indígenas, com marcadores que demonstram as políticas públicas implantadas para atender essas comunidades.

“O PIN é uma ferramenta moderna que oferece à sociedade uma série de informações pertinentes ao Imasul e a outras secretarias, sistematizadas e padronizadas sobre todo o Mato Grosso do Sul”, lembra o diretor-presidente do Imasul, André Borges.

De acordo com o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), “o PIN pode orientar investimentos privados, por exemplo. De qualquer lugar do planeta o empresário pode olhar no mapa a infraestrutura existente na localidade, o que produz, a logística disponível, e assim tomar a decisão acertada do município ideal para implantar sua empresa”, afirma.

Além da disponibilização de conteúdo para a sociedade, ainda é possível utilizar os recursos oferecidos pela plataforma ArcGIS para efetuar análises espaciais, integração com outras tecnologias de sistemas e consultas geoestatísticas utilizando os WebServices e API’s que são disponibilizados pela ferramenta. A plataforma ainda oferece uma série de aplicativos para smartphones e tablets, os quais possibilitam levantamento de dados em campo e navegação off-line.

O projeto foi subsidiado com recursos próprios do Governo do Estado. Só no banco de imagens de altíssima resolução (que aproxima o objeto como se estivesse a 30 centímetros de distância do observador) o governo investiu R$ 5 milhões. O mosaico de imagens com todos os municípios de Mato Grosso do Sul já está disponível no servidor do Portal, além de informações da Agraer (Agência Estadual de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) e do Imasul.

Fizeram parte do projeto: Frederico Licio Pereira – Especialista GIS e Líder da equipe de Dados/BI (CSIC-SGI); Cristiane Riquelmes e Vinicius Tagliaferro - Analistas de Negócios da CRCC; Equipe Técnica e de Negócios da empresa Imagem (ESRI).

Marcelo Armôa, Semagro, com informações da SGI

Últimas Notícias

Com apoio do governo federal, MS controla focos de calor no Pantanal e Cerrado

Bombeiros de MS e do PR atuam no combate aos focos de calor no entorno da Estrada-Parque e Baía Negra, em Corumbá e Ladário Os focos de calor no Pantanal e no Cerrado foram praticamente debelados pela força-tarefa montada pelo Governo do Estado, desde março, com a participação de bombeiros de Mato Grosso do Sul, […]

Taxa de contágio cai pela primeira vez no Estado, mas de mortalidade continua alta

No Boletim coronavírus deste domingo (20) , a Secretaria de Estado de Saúde teve ao menos um motivo para comemorar: dados da última semana mostram que a taxa de contágio baixou de 1,10 para 1,01. O Secretário Gerado Resende disse que esforços estão sendo feitos para baixar este número para -1 nos próximos dias. A […]

Dança do ventre valoriza a figura da mulher, diz servidora

Talento que já dura há mais de 15 anos e que transcende o próprio corpo de Karina Medeiros de Lima, a dança do ventre exalta a figura feminina da jornalista. Hoje, a servidora da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul expõe o sentimento de amor em praticar a arte e que a rotina […]

Alunos da UEMS se apresentam no palco virtual do Itaú Cultural

A Cia AM(AR)TE, formada por alunos dos cursos de Artes Cênicas, Dança e Teatro da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) irá se apresentar no Ciclo de leituras do Palco Virtual – Itaú Cultural nesta segunda-feira (21), com a leitura dramática da peça Valongo, de autoria do professor Márcio Silveira dos Santos (UEMS). […]

“Billi Pig” é atração do Autocine deste domingo

O Autocine tem se tornado vitrine de diversas manifestações culturais, sendo alternativa de lazer em tempo de pandemia. No próximo domingo (20.09) às 18 horas será exibido o filme “Billi Pig”. O evento é realizado pelo Governo do Estado por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul em parceria com a Prefeitura […]

Veja Também

PIN: versão atualizada do Portal de informações e Geoposicionamento de MS já está no ar

Já está disponível a versão atualizada do Portal de informações e Geoposicionamento de Mato Grosso do Sul (PIN/MS), sistema do Governo do Estado criado com base na arquitetura tecnológica da plataforma ArcGIS, o PIN/MS e que permite à sociedade o acesso a diversas informações geoespaciais do Estado, como base de dados georreferenciados, imagens de satélites, […]

Centelha MS: empresa inova ao desenvolver medicamentos para tratamento de câncer

Quando o biólogo Caio Fernando Ramalho de Oliveira inscreveu a startup Oncolytic no projeto Centelha, iniciativa da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect), órgão vinculado à Semagro, em parceria com a Finep e Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, não imaginava que a […]

Doutorado da UEMS se destaca com projetos de produção vinhos e vinagres

O que fazer em uma área rural de Cerrado onde o solo está degrado e não se consegue fazer plantios tradicionais e criação de gado? Esse questionamento foi feito pela doutora em Recursos Naturais, Viviane Mallmann, titulada pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), e o seu marido Lucas Wagner Ribeiro Aragão, doutorando […]