Polícias Militar e Civil receberão R$ 2,6 milhões em emenda parlamentar para investir na melhoria do atendimento


pyafusso Categorias: Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul 355 visualizações

Campo Grande (MS) – Novos investimentos na área da segurança pública vão assegurar maior eficiência no atendimento ao cidadão pela Polícia Civil e melhor estrutura para a formação e aperfeiçoamento dos policiais militares. O assunto foi discutido nesta segunda-feira (7.8) entre o governador Reinaldo Azambuja e o deputado federal Elizeu Dionízio, com o comandante-geral da PM, Waldir Acosta, o chefe da Gestão de Projetos e Captação de Recursos da instituição, coronel Cléder Pereira da Silva, e o delegado-geral da PC, delegado Marcelo Vargas.

Para a PM, foi discutido a construção de um estande de tiros, projeto orçado em R$ 1,4 milhão, sendo R$ 1,3 milhão vindo de emenda parlamentar apresentado pelo deputado federal Elizeu Dionízio. O deputado também apresentou emenda no valor de R$ 1,3 milhão para a compra de equipamentos para a Polícia Civil. “Foi pensando na segurança pública que colocamos esse valor, de R$ 2,6 milhões, em emendas. Tenho certeza que até o final do ano, mais de 60% desse projeto será entregue e o ano que vem a gente conclui, para que a nossa sociedade possa receber esse benefício”, declarou Elizeu Dionízio.

Ao falar sobre o investimento para a PM, o deputado afirmou: “Hoje a PM não dispõe de um estande de tiros e os cursos de formação e aperfeiçoamento são feitos através de convênios que tem custo para o erário público”.

Para a Polícia Civil, os investimentos serão na compra de equipamentos, para a melhoria do atendimento nas delegacias. “Isso vai dar celeridade no atendimento da polícia na ponta, lá em Pedro Gomes, lá em Dois Irmãos do Buriti, lá em Japorã, as polícias vão ganhar computadores, máquinas para digitalizar o processo, para que a sociedade possa ter, em tempo real, acesso a essas informações e também para quando a população chegar dentro da delegacia”, destacou.

“É de suma importância a Polícia Militar ter um estande de tiro com as peculiaridades deste modelo, e com apoio do Governo do Estado e do Deputado Elizeu Dionízio iremos concluir esse projeto, que consiste na melhoria contínua da estrutura da Polícia Militar e aperfeiçoamento da tropa”, afirmou o comandante-geral.

O projeto está na Secretaria de Justiça e Segurança Pública para análise jurídica e elaboração do processo de licitação para a contratação da empresa que irá executar a obra. O coronel Waldir Acosta explicou que a PM tendo um estande de tiro poderá oferecer um treinamento e preparação melhor para os policiais, pois atualmente a corporação depende das datas em que os estandes do Exército, Polícia Civil ou Clube de Tiro não estão ocupados.

Paulo Yafusso – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Foto: Edemir Rodrigues