Presídio de Caarapó conquista espaço em feira local para exposição de peças artesanais confeccionadas por reeducandos


Tatyane Oliveira Santinoni Categorias: Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul 137 visualizações

Caarapó (MS) – Como forma de divulgar e ampliar os trabalhos artesanais realizados por internos, o Estabelecimento Penal Masculino de Regime Fechado de Caarapó realizará exposições mensais na feira, que acontece na praça central da cidade. As peças, feitas principalmente em madeira, serão exibidas e comercializadas todas as últimas quintas-feiras de cada mês. O lançamento da exposição foi no dia 31 de outubro.

Denominada “Construindo a Liberdade”, a iniciativa é fruto de uma parceria entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), por meio da direção do presídio, e a Prefeitura Municipal de Caarapó, que cedeu o espaço. Além disso, conta com o apoio do Poder Judiciário, Ministério Público e Conselho da Comunidade de Caarapó.

Dentre os produtos em madeira confeccionadas pelos reeducandos estão casinhas de cachorro e jogos de mesa e cadeiras, enfeites etc. O objetivo é arrecadar fundos para aquisição de insumos e ampliar a capacidade de produção do setor de artesanato do presídio, possibilitando que mais custodiados trabalhem. Toda a prestação de contas será feita aos órgãos parceiros.

Conforme o diretor do presídio, João José Rauber, a intenção é diversificar a exposição, incluindo peças em gesso. “Essa iniciativa é muito importante, já que aumenta a proximidade da população com os trabalhos que são confeccionados na unidade penal, incentivando mudança de comportamento e novos valores aos apenados”, afirmou.

O Estabelecimento Penal Masculino de Regime Fechado de Caarapó foi assumido há dois anos e várias ações vêm sendo desenvolvidas, entre elas, a produção de hortaliças que são doadas à comunidade local; além de ações de saúde com os reeducandos e outras melhorias estruturais e de segurança.

 

Texto: Tatyane Santinoni – Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen)

Fotos: Divulgação