Projeto de hortas urbanas receberá adubo orgânico produzido na Ceasa/MS


kfernandes Categorias: Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul 37 visualizações

Campo Grande (MS) – Funcionando há dois meses em regime de teste, a Usina de Coleta, Seleção e Destinação de Resíduos “Elúsio Guerreiro de Carvalho”, inaugurada nesta terça-feira, dia 10, tratará aproximadamente 100 toneladas de resíduos por mês.

A maior parte, 80%, de material orgânico, como restos das frutas, verduras e legumes comercializados, serão processados e transformados em adubo orgânico. Segundo o secretário da Semagro, Jaime Verruck, cerca de 10% do fertilizante será destinado para hortas urbanas da Capital.

O projeto de implantação de hortas urbanas em Campo Grande será desenvolvido em parceria pela Agraer/MS e a Sedesc(Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia), que já atendem 80 hortas.

A Agraer caberá organizar e coordenar esses horticultores, que serão capacitados. Além disso, a agência fornecerá o insumo inicial, tais como o adubo, matéria orgânica e material para construção e manutenção, mudas e sementes de hortaliças e o acompanhamento técnico periódico.

A previsão é de que até dezembro sejam implantadas mais 40 novas hortas e no ano seguinte mais 80 para que atinja a meta de 200 hortas comunitárias. 

Tanto a Agraer, quanto a Sedesc irão analisar os bairros e as famílias que irão ficar responsáveis pelas hortas. A ideia é que sejam instaladas hortas em áreas carentes da cidade para que a horta comunitária possa ajudar as pessoas dessas regiões.

 

Katiuscia Fernandes – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)