Setores Rural e Empresarial já contrataram R$ 1,062 bilhão do FCO para investimentos em MS


Karla Tatiane Categorias: Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul 186 visualizações

Campo Grande (MS) – De janeiro a julho de 2018, os setores rural e empresarial já firmaram contratos de empréstimo no valor de R$ 1.062.917.000,00 em recursos do Fundo Constitucional de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FCO) para a realização de investimentos em Mato Grosso do Sul. O valor já representa praticamente a metade dos R$ 2,219 bilhões do FCO disponíveis para o Estado neste ano.

Do total de empréstimos já contratados, R$ 803.610.634,00 são do setor rural e R$ 259.307.994,00 do setor empresarial. Outros R$ 485 milhões em solicitações de financiamento do FCO encontram-se em tramitação no agente financeiro do Fundo aguardando aprovação para liberação.

As informações foram apresentadas pelo Banco do Brasil em reunião do CEIF/FCO (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo FCO) realizada nesta quinta-feira (12.7) na Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico Produção e Agricultura Familiar (Semagro). Além do balanço das contratações, os membros do CEIF/FCO aprovaram as solicitações para investimentos no valor der R$ 103.800.089,91 em Mato Grosso do Sul.

O CEIF é responsável pela aprovação de cartas-consulta e gerenciamento dos recursos do FCO em Mato Grosso do Sul e tem como membros natos o titular da Semagro, na qualidade de presidente; dos titulares das Secretarias de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) e de Infraestrutura (Seinfra); da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) e do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul).

O Conselho tem, ainda, como membros convidados, representantes da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul); da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems); Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul (Fecomércio); do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul (Sebrae-MS) e da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais do Estado de Mato Grosso do Sul (Fettar-MS).

Marcelo Armôa – Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico Produção e Agricultura Familiar (Semagro)